Na próxima sexta-feira, dia 15, a Escola Básica e Secundária de Anadia vai ser palco de um evento inédito. Com início pelas 14h e ao longo de 10 horas ininterruptas (até às 24h), todo o Agrupamento de Escolas de Anadia vai estar em festa e viver uma atividade cultural e recreativa única, designada por “… há Festa no Agrupamento”.
Por esta nova escola de Anadia poderão passar, ao longo de tarde e noite, cerca de cinco mil pessoas.
Essa é a convicção do diretor Jorge Humberto Pereira, que justifica este evento como uma festa informal, num espaço amplo, capaz de receber toda a comunidade educativa. “Queremos que este seja um momento de encontro e convívio, que se pretende constituir como um fator identificativo, de troca de experiências, propiciando a interação entre todos, ao mesmo tempo que capitaliza todas as potencialidades e talentos desta comunidade educativa”.
Assim, esta festa, a decorrer na Escola Sede do Agrupamento, vai envolver cerca de 2300 alunos, 217 professores e cerca de 70 funcionários, ou seja, todo o Agrupamento, desde o ensino Pré-Escolar ao Secundário. A estes números impressionantes vão juntar-se certamente muitos pais, encarregados de educação, familiares e amigos numa tarde e noite diferentes, de muita animação e convívio.
De resto, o adjunto da direção e docente Aníbal Marques diz ser este “um evento multiplicador, um momento identificativo onde todo o Agrupamento se reveja como Agrupamento”, mas também uma oportunidade de trazer à Escola Sede do Agrupamento todas as 19 unidades que o compõem.
Uma experiência piloto que vai contar com a participação de todos: alunos, professores, funcionários, Associação de Pais, Associação de Estudantes e comunidade.
“Um tempo de encontro”, reforça Jorge Humberto Pereira, que servirá para dar a conhecer a muitos pais e pessoas da comunidade este novo estabelecimento de ensino. “Esta festa está a aguçar a curiosidade. As pessoas vão ficar a conhecer o edifício e há muitos pais curiosos em vir à festa, que se vai prolongar pela noite dentro”, diz. No entanto, não rejeita que esta possa funcionar também como uma operação de charme, no sentido de dar a conhecer a muitos pais de outras escolas do Agrupamento e pessoas da comunidade as excelentes condições físicas que a nova escola possui. Ou seja, para os pais dos mais pequenos, na hora de escolherem a escola onde colocar os filhos no 5.º ano, o facto de conhecerem este estabelecimento poderá ter um peso considerável na decisão a tomar. Por outro lado, é um facto de que esta poderá ser também uma forma de arrecadar algumas receitas e angariar alguns fundos para o Agrupamento.
Uma coisa é certa, o empenho é total e nem o transporte de tantos alunos foi esquecido. Haverá seis autocarros que vão transportar os alunos, de todos os estabelecimentos afetos a este Agrupamento para a festa.

Nada foi deixado ao acaso. De facto, tudo foi pensado ao pormenor. A título de curiosidade, podemos dizer que em destaque vão estar as atividades de palco (música, dança, magia) levadas a cabo por alunos, professores, funcionários, pais e pessoas da comunidade. Pelo meio, haverá algumas surpresas em palco, num espetáculo que terá como apresentadores alunos do Agrupamento.
“Haverá um alinhamento para tarde e noite”, num espetáculo que está a ser preparado com grande empenho e dedicação.
Não vão faltar as barraquinhas (15), espaço de exposição e mostra de trabalhos e projetos desenvolvidos ao longo do ano pelas várias áreas disciplinares e departamentos. Também a GNR-Escola Segura e a Câmara Municipal de Anadia se vão juntar a este evento com stands próprios, onde vão divulgar as suas áreas de intervenção.
De destacar ainda que algumas barraquinhas serão interativas, ou seja, na barraquinha do Ensino Especial haverá boccia e na barraquinha do PES (Projeto de Educação para a Saúde) haverá uma sensibilização para o consumo e importância das leguminosas. Esta barraquinha ficará quase em frente à “Mostra de Saberes e Sabores”, para maior interação.
Já os “Comes e Bebes” adivinham-se bastante concorridos. Para além das bancas “exploradas” por algumas turmas, haverá também pão com chouriço, porco no espeto, moelas, rojões, caldo verde, crepes, biscoitos, bolos, café, entre muitas outras iguarias.
Uma nota também para os alunos do curso de Turismo, que vão colaborar na receção aos colegas de outros estabelecimentos de ensino e orientá-los na festa; para os alunos do curso profissional de serviço de mesa, que vão dar apoio ao setor dos comes e bebes e para a própria Associação de Estudantes que vai dar apoio à quermesse.
A Mostra de Saberes e Sabores diz respeito a um conjunto de convidados (produtores locais) que vão dar a conhecer produtos, tais como mel/apicultura; produção de cogumelos; ervas aromáticas; produção de morangos em hidroponia.
Jorge Humberto Pereira espera que S.Pedro não estrague a festa que já está a ser preparada há vários meses, realçando ainda que este evento foi concebido de forma a não perturbar o encerramento do ano letivo, altura em que decorrem avaliações e exames: “neste momento ainda não há avaliações. Tivemos essa preocupação em termos pedagógicos”.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt