expobairrada

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, dirigindo-se ao secretário de Estado da Energia, Jorge Sanches, na última sexta-feira, durante a inauguração da ExpoBairrada, defendeu que “o aumento da competitividade passa necessariamente por reforçar os apoios à comercialização, principalmente à exportação e ao emprego, passando pela investigação e desenvolvimento”.
O autarca defendeu que é necessário “um olhar atento ao preço da energia e dos combustíveis, cuja importância continua a ser enorme na competitividade das economias, particularmente das micro, pequenas e médias empresas, já que representa um peso muito significativo na sua estrutura de custos”. “Pedimos, por isso, uma política para a energia que ajude as empresas no seu crescimento, favorecendo o seu processo de internacionalização, e que lhes permita concorrer com outras à escala global”, disse Mário João Oliveira, considerando ainda que, atendendo ao quadro macroeconómico ainda adverso, “cremos ser fundamental criar sinergias que fomentem a recuperação económica, sendo evidente a necessidade de mais investimento público de proximidade e mais medidas de apoio às pequenas e médias empresas”. “Urge também dinamizar a aplicação no terreno dos fundos disponibilizados pelo Portugal 2020 às empresas e aos municípios”, acrescentou o edil oliveirense.

mario joao oliveira_entrevista

Montra da região. Sobre o certame que acabara de inaugurar, Mário João Oliveira justificou que a ExpoBairrada “se tem assumido, cada vez mais, como a grande montra da nossa região, apresentando ao país e ao mundo o que de melhor temos e fazemos num território de destaque nacional”. “Aqui encontramos «Bairrada» nas suas múltiplas vertentes: a indústria, o comércio e os serviços, mas também a gastronomia e a enologia, o artesanato e o desporto equestre”, sublinhou Mário João Oliveira, afirmando, de seguida que “a ExpoBairrada se apresenta como um palco de excelência, através do qual se potencia uma atitude de afirmação e desenvolvimento da economia da região”. “Tamanha demonstração de proatividade e empreendedorismo faz-nos acreditar que este é um dos principais caminhos de que o país precisa para alavancar o crescimento da sua economia e enfrentar os constantes desafios que se lhe apresentam.”
Leia mais na versão digital do seu JB.