policia-judiciaria
A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem, operário fabril, de 23 anos, residente no concelho de Anadia, fortemente indiciado pela prática do crime de pornografia de menores.
Segundo a PJ, o homem obtinha e partilhava, através da internet, ficheiros multimédia retratando crianças em práticas sexuais explícitas.
A investigação surgiu no âmbito do combate internacional à pornografia infantil em articulação com autoridades estrangeiras.
A PJ refere ainda que “o suspeito desenvolvia a sua atividade criminosa, recorrendo a uma conta de utilizador numa rede social de partilha de ficheiros multimédia, cuja sede se situa num país do leste europeu, usando software adequado para manter o anonimato”.
Na sequência de busca domiciliária realizada à casa do suspeito, foram-lhe apreendidos um telemóvel smartphone e um computador, nos quais se encontravam armazenados milhares de ficheiros multimédia de pornografia de menores.