Na entrada de um novo ciclo da sua vida desportiva, o Sangalhos Desporto Clube deu a conhecer, na Estalagem de Sangalhos, a apresentação oficial das equipas do clube para a época 2017/2018, com especial incidência para as equipas seniores A e B masculinos, que irão competir no Campeonato Nacional da 1.ª e 2.ª Divisão, respetivamente.
Na cerimónia foram ainda divulgados os treinadores, diretores e patrocinadores das várias equipas do masculino e do feminino, num total de 180 atletas, desde os babies aos seniores.
Num novo paradigma, depois de tantos anos tendo como patrocinador as Caves Aliança, a equipa principal, que tudo irá fazer para regressar à Proliga, será patrocinada pela ABTF Betão, do Grupo Tavares, enquanto a equipa B pela Sunlive Group, através da Academia de Basquetebol.
Esperança no futuro. Jorge Ribeiro, presidente do Sangalhos Desporto Clube, foi anunciando (alguns individualmente) toda a estrutura para a nova época, agradecendo aos atletas e treinadores pelo que têm feito pelo SDC. “São quase 77 anos de existência e é um grande orgulho liderar este clube, que tem feito um grande trabalho em prol da comunidade.”
O líder sangalhense, falando sobre os principais patrocinadores, diria: “O Grupo Tavares já nos ajudava, mas este ano, reforçou a sua posição, a ABTF Betão é um patrocinador forte, espero que seja uma aliança de betão. O Grupo Sunlive, que este ano criou uma Academia de Basquetebol, sediada em Sangalhos, estabeleceu uma parceria connosco e deu-nos a possibilidade de contarmos com dois jogadores da Sérvia na equipa A, o que muito agradecemos ao Lucas Gonzalez”, administrador da Estalagem de Sangalhos e da Sunlive Group.
Falando de Emanuel Seco, ele que deu dois títulos de campeão nacional ao SDC, Jorge Ribeiro reforçou que “há muitos, muitos anos que fez parte dos nossos quadros técnicos. Fez um interregno, voltou à formação e agora regressa para treinar os seniores e para um novo ciclo no clube, que todos esperamos que seja de sucesso”.
Subida como objetivo. Apresentados os jogadores da equipa A um a um à comunicação social presente e a outros convidados, foi a vez de Emanuel Seco falar sobre a nova época: “Como é fácil de perceber, é um plantel com bastantes caras novas, um plantel bastante jovem e que integra apenas três jogadores (Luís Fonte, Nuno Bizarro e Emanuel Silva) com muitos anos de clube, já trabalharam comigo há 15 anos, que conferem experiência; dois sérvios que vêm para aprender connosco e a quem depositamos confiança para atingir os nossos objetivos.”
“Vamos competir no 3.º nível do basquetebol, não é neste lugar que o SDC merece estar, no imediato tem de voltar à Proliga. A época será longa, é um campeonato com 12 equipas, só uma pode subir, não há margem para erro”, avisou Emanuel Seco, que espera consolidar o trabalho e das ideias que está a ser desenvolvido, tendo como único objetivo a subida de divisão.
O treinador bairradino pediu o apoio do público em todos os jogos, não só dos sangalhenses, mas de  todos os amantes da modalidade na região, garantindo, que, “da nossa parte, há um compromisso de darmos o nosso melhor para atingir os nossos objetivos”.
Rui Gradeço, vice-presidente para a área desportiva, vincou que “está bem patente que o SDC vai continuar a dignificar a vila de Sangalhos, o clube e todos os patrocinadores que nos apoiam de exercer a nossa atividade. Sem eles era impossível dar continuidade a este projeto. Da equipa sénior e dos jogadores, espero que assumam os valores e princípios do SDC, que tenham ambição, dedicação e dignidade no seu trabalho, dando o seu melhor para que o clube consiga os seus objetivos”.