O Dia do Município da Mealhada foi celebrado,  no passado dia 10, com a homenagem a conterrâneos que se distinguem pelo serviço público prestado e com a recuperação da tradição, que vem do séc. XIX, da Romaria da Ascensão.
Foram cinco os condecorados com a Medalha de Mérito do Município: António Breda Carvalho, Augusto Mamede, João Breda (representado pelo pai António Breda), José Carlos Pereira e Mário Silva Carvalho. A estes juntam-se duas coletividades concelhias: o Centro Cultural Recreativo Lameirense, da freguesia do Luso, e o Centro Recreativo de Antes, da União de Freguesia de Mealhada, Ventosa do Bairro e Antes.
Rui Marqueiro, presidente da Câmara, sublinhou o simbolismo da cerimónia, reconhecendo que “é mais do que justo este reconhecimento público de pessoas e entidades que muito fazem pela comunidade”. E não ficou sem resposta. José Seabra Pereira, professor da Universidade de Coimbra, enalteceu o facto do Município “não deixar perder a cultura e a educação”, “não esquecer a importância da formação integral dos cidadãos nascidos na Mealhada”. 

 

Ler mais na edição impressa ou digital