A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Oliveira do Bairro, em parceria com o Núcleo de Apoio a Crianças e Jovens em Risco do Centro de Saúde local e com o apoio da Câmara Municipal, desenvolveu em abril, Mês Internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância, uma série de iniciativas com vista à promoção da parentalidade positiva, deixando um alerta para a prevenção desta problemática a que muitas crianças e jovens são ainda sujeitos.
Das atividades desenvolvidas, destacaram-se a distribuição de um laço azul e de marcadores de livro, com uma mensagem sobre esta temática, pelas escolas do concelho e por colaboradores do Centro de Saúde e Câmara. Em algumas escolas do concelho foi ainda feito um “laço humano” para assinalar a campanha.
Estas atividades tiveram como objetivo envolver e motivar as famílias para o exercício de uma parentalidade positiva, sem recurso à violência verbal ou física, reforçando que prevenir o maltrato é promover o bom trato.
Destaque ainda para o espetáculo de apresentação do projeto pedagógico de combate à Violência no Namoro “Amar-te e Respeitar-te”, realizado no Quartel das Artes, destinado a alunos do 3.º ciclo e ensino secundário, que contou com a participação do rapper Jimmy P. Este espetáculo, que contou com momentos de música e teatro, teve como objetivo capacitar e dotar os e as jovens com ferramentas de diagnóstico e de prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro, dos próprios e/ou dos seus pares.
Aproveitando as atividades desenvolvidas durante o mês de abril, a CPCJ de Oliveira do Bairro reforça o apelo para que as pessoas que tenham conhecimento de casos de abandono, maus tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, negligência física e emocional, exploração de trabalho infantil, testemunhas de violência, consumo de estupefacientes, abandono escolar, etc., que envolvam crianças e jovens, façam chegar à entidade essa informação, através de carta, email (cpcjolb@cm-olb.pt), telefone (234 745 001 ou 234 732 131) ou pessoalmente na sua sede (em frente ao Espaço do Cidadão de Oliveira do Bairro).

 

Ler mais na edição impressa ou digital