Ficou em prisão preventiva o homem de 48 anos, suspeito de ter abusado sexualmente de uma filha da companheira, presentemente com 15 anos de idade, anunciou esta segunda-feira a Polícia Judiciária. Os crimes, de abuso sexual de crianças, de violação e de pornografia de menores, terão ocorrido em Vila Nova de Monsarros, freguesia do concelho de Anadia, soube o JB.

O homem, pintor da construção civil, foi detido pela Polícia Judiciária e já foi presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Segundo comunicado da PJ, os indícios “apontam no sentido de os abusos sexuais terem começado no decorrer de 2014, quando a criança tinha 11 anos, aproveitando a circunstância de coabitação”. Inicialmente, “o suspeito valeu-se da imaturidade própria da vítima, sendo que, quando esta se começou a opor à prática de atos sexuais, aquele constrangeu-a física e psicologicamente”.

Para além das práticas sexuais, acrescenta ainda a PJ, o suspeito aliciava a menor a enviar-lhe para o telemóvel fotografias dela, desnudada, tendo sido encontradas na sua posse várias dessas fotos.