O Sangalhos iniciou da melhor maneira a sua participação no Campeonato Nacional da 1.ª Divisão ao vencer o Alfenense no passado sábado, equipa recém-chegada a esta divisão, após prolongamento (67-69).
Com uma equipa bastante renovada, o Sangalhos teve que sofrer bastante para alcançar a tão desejada vitória, pois o Alfenense demonstrou muita ambição e qualidade, especialmente através dos seus dois reforços cabo-verdianos que acabaram por assumir a responsabilidade nas decisões ofensivas.
O jogo iniciou-se com total controlo dos bairradinos, finalizando o primeiro quarto por 10-21. Os locais tentavam inverter o rumo do jogo, mas o Sangalhos, através de ataques bem organizados e práticos, tinha claro ascendente.
No segundo quarto, os nortenhos reagiram, perdendo apenas por 15-19, mantendo-se, no entanto, o Sangalhos na frente do marcador, sendo o resultado de 25-40 ao intervalo.
O regresso dos balneários não foi positivo para os bairradinos, iniciando a segunda parte algo desconcentrados, permitindo ao Alfenense acreditar que poderia inverter o rumo do resultado a seu favor. Neste quarto, o resultado de 21-6 para os visitados expressava o desacerto da equipa de Emanuel Seco. As equipas foram para o último quarto para decidir o jogo, mantendo-se o equilíbrio até final, sendo necessário recorrer a um prolongamento. No tempo extra, o Alfenense começou da melhor maneira com um lançamento triplo, mas o Sangalhos não se intimidou e passou para a frente do marcador, controlando o jogo até final.
O Sangalhos sofreu muito mas alcançou a tão desejada vitória num campo difícil e com uma equipa que com certeza irá realizar um bom campeonato. No Sangalhos, sobressaiu o atleta Kevin Altidor, quer nas suas ações ofensivas (20 pontos), provocou 7 faltas, mas também revelando-se um bom defensor, secundado por Ivan Jimenez com 17 pontos e 6 faltas provocadas. No Alfenense, os cabo-verdianos Evandro Delgado e José Tonet foram os mais decisivos na manobra ofensiva com 19 e 18 pontos, respetivamente. Este domingo, às 17h30, o Sangalhos recebe o Académico do Porto, em mais uma jornada do campeonato.
Gafanha, 27 – Sangalhos ABTF Betão, 85.  No domingo, o Sangalhos voltou a entrar em ação, desta vez em jogo a contar para a Taça de Portugal. A deslocação era dentro do distrito e bastante próxima, para defrontar a equipa do Gafanha, que disputa a 2.ª Divisão Nacional. Tratava-se de um jogo de Taça em que por vezes as equipas de divisões secundárias pregam partidas às equipas de divisões acima! O Sangalhos vinha de um jogo no dia anterior bastante disputado até ao último segundo, tendo que recorrer a um prolongamento para trazer uma vitória para a Bairrada. Alguma apreensão para saber até que ponto os bairradinos teriam uma reação positiva em termos mentais e físicos. A resposta não poderia ser melhor. Desde o primeiro momento que ficou claro que o Sangalhos se deslocou à Gafanha para vencer e dar o primeiro passo para o seu objetivo nesta competição, chegar à fase da disputa da Taça com equipas da Proliga. O Sangalhos venceu por esclarecedores 27-85, tendo utilizado todos os atletas disponíveis e fazendo da defesa a sua principal arma. Se dúvidas havia ficaram desvanecidas, pois o Sangalhos reagiu muito bem ao jogo menos conseguido da véspera, tendo realizado um bom jogo com humildade e respeito pelo adversário, encarando o jogo com bastante seriedade e concentração.
No próximo fim de semana haverá novamente jornada dupla com mais um jogo da Taça de Portugal.