O Instituto Profissional da Bairrada (IPB), em parceria com o Agrupamento de Escolas de Anadia (AEA), continua empenhado no esforço pela manutenção de um espaço europeu coeso e fortalecido.
Neste sentido, o IPB juntamente com o AEA  estiveram em Crotone, Itália, para mais um TPM Erasmus + (Transnational Project Meeting, ou Encontro Transnacional de Projeto), tendo em vista a formação de professores dos nove países parceiros representados: Alemanha, Turquia, Portugal, Polónia, Bulgária, Grécia, Itália, Estónia e Finlândia.
A escola italiana de acolhimento, Istituto Istruzione Superiore “Pertini-Santoni”, realizou uma cerimónia de boas-vindas oficiais no anfiteatro da escola, estando presente a sua diretora, Ida Sisca, assim como a coordenadora do projeto, Ornella Pegoraro. Esteve também presente uma delegação de alunos, em representação de toda a comunidade escolar, cerca de 800 alunos, tendo também sido realizado um espetáculo musical com a prata da casa, isto é, com alunos que tocaram de forma notável. Foram ainda realizadas visitas às instalações da escola para possibilitar o enquadramento aos participantes do meio escolar em que os alunos se inserem.
Encontro extra no IPB, em março. Os trabalhos começaram com a apresentação do projeto VT4P (Visible Teaching4Performance) a todos os presentes, para estarem sintonizados com as atividades realizadas até ao momento, mas também as atividades agendadas para o encontro, tendo sido feita a referência ao autor australiano Hattie, fonte inspiradora desse projeto.
Foi ainda apresentado e discutido o processo do “Student Voice”, baseado na formação do Professor Hattie tentando chegar a resultados sobre “O que as melhores escolas sabem e fazem”, workshop dinamizado pela escola polaca.
Após esta sessão, cada um dos países participantes apresentou o resultado do inquérito realizado aos alunos, que brevemente divulgaremos, sobre a qualidade de ensino vista à luz dos olhos dos alunos e a visão que eles têm dos professores.
No final do primeiro dia de trabalho, a parceria foi presenteada com um concerto da Orquestra Magna Graecia.
Destaque ainda para a distribuição dos membros da parceria em pequenos grupos para ser feita a observação das aulas ministradas pelos parceiros italianos (aulas de matemática, de Design Gráfico – Como criar um logotipo, de Laboratórios Técnicos). No final, foi realizado um registo individual de todo o processo, contendo aspetos considerados positivos e aspetos negativos; seguindo-se um período para feedback em pequenos grupos para troca de informação recolhida, partilha e reflexão. No final da sessão foi feita a análise swat, de todas as informações recolhidas pelas diferentes grupos.
Foi ainda planeado um encontro extra em Portugal, no IPB, de 19 a 25 de março de 2019, visando este encontro a formação de alunos.
Foi ainda acordado, durante o encontro, os critérios de seleção da mobilidade dos alunos do VT4P, e que passam a ser: Empenho e motivação para o trabalho do projeto VT4P;  Participação ativa no Twinspace; Cumprimento de prazos relativamente aos trabalhos solicitados; Alunos desfavorecidos ou com algum tipo de deficiência.
 
Ler mais em edição impressa e digital