Um homem de 64 anos ficou em prisão preventiva após ser detido no âmbito de um processo de tráfico de estupefacientes, na localidade de Travasso, Mealhada. O detido tem antecedentes criminais, onde se inclui o homicídio de um militar da GNR na Mealhada, em 1984, assim como, vários crimes relacionados com posse de armas de fogo, tendo cumprido penas de prisão em Portugal e no estrangeiro.

A detenção ocorreu no dia 19 de fevereiro, através do Núcleo de Investigação Criminal de Anadia.  A investigação, relativa ao tráfico de estupefacientes, tinha começado em setembro de 2019, sendo agora dado cumprimento a três mandados de busca domiciliária, um em estabelecimento e três em viaturas, nos concelhos de Mealhada e Coimbra.
No decorrer das buscas foi apreendido um veículo; diversas munições e cartuchos; dois telemóveis; um sabre; uma adaga; uma catana; diversos objetos relacionados com o corte, pesagem e embalamento de estupefacientes; e 885 euros em numerário.
O detido foi constituído arguido e presente no dia 21 de fevereiro ao Tribunal Judicial de Aveiro, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
A operação teve o reforço da Unidade de Intervenção, do Destacamento Territorial de Anadia, Destacamento de Intervenção de Aveiro, e do Comando Territorial de Coimbra.