O Município de Anadia iniciou nesta quarta-feira, 1 de abril, uma campanha de testes de despiste COVID-19 nos idosos das instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho.

Em nota enviada à comunicação social, a autarquia sublinha que esta ação, que vinha sendo preparada pelo executivo camarário há já algum tempo, e que foi dificultada pela falta de respostas disponíveis no mercado, irá abranger, numa fase inicial, os utentes das estruturas residenciais para idosos (ERPI).

Na nota à imprensa, lê-se ainda que “os serviços da autarquia têm vindo a manter um contacto diário com os responsáveis das IPSS do concelho, no sentido de acompanhar a situação que vivida em cada uma, bem como averiguar eventuais necessidades e problemas relacionados com o atual contexto de pandemia”.

Até ao momento, não foram detectadas sintomatologias ou circunstâncias que requeiram uma intervenção das entidades competentes, mas a vigilância e os cuidados continuam reforçados.

Totalmente suportada pela autarquia, que decidiu não esperar pela intervenção das autoridades de saúde, esta ação “visa detetar, numa fase precoce, casos de pessoas que, embora assintomáticas, possam estar infectadas por COVID-19, de forma a impedir a propagação da doença nas ERPI”.

Um investimento que o Município de Anadia encara como absolutamente fundamental, especialmente para serenar os idosos, os seus familiares,  as equipas das ERPI, e a comunidade em geral.

A terminar, Câmara Municipal de Anadia frisa que irá continuar “o diálogo e a pressão que tem vindo a exercer junto das autoridades de saúde no sentido de, com a maior urgência, ser dada uma resposta que abranja toda a população que indique necessidade de realizar este tipo de testes.”