A cidade de Águeda, um dos polos mais importantes da indústria nacional de duas rodas, recebe o final da quinta etapa da Volta a Portugal, no dia 2 de outubro.

Numa edição especial da corrida, que visa defender o futuro do ciclismo profissional português e transmitir uma mensagem de esperança ao território nacional e às suas gentes, é importante a inclusão de Águeda no itinerário, dada a ligação entre o concelho e a indústria velocipédica.

A quinta etapa da Volta a Portugal começa em Oliveira do Hospital, concelho presente em seis das últimas dez edições da corrida. Águeda integrou o itinerário voltista pela última vez em 2001, ano em que recebeu uma partida e uma chegada de etapa, ganha pelo italiano Salvatore Comesso, numa disputa entre homens rápidos.

“Águeda é conhecida como a terra das bicicletas. Por isso, é com grande satisfação que temos a Volta a Portugal de regresso ao concelho. Será uma oportunidade para homenagear todos aqueles que trabalham no setor das bicicletas e do ciclismo”, afirma o vice-presidente da Câmara Municipal de Águeda, Edson Santos.

Oliveira do Hospital, que acolheu a chegada a Etapa Solidária em 2018, mantém a aposta no ciclismo e, pelo segundo ano consecutivo, dá a partida para a quinta tirada da Volta. Prevê-se uma jornada ideal para velocistas, na reaproximação da corrida ao litoral.

A corrida vai disputar-se entre 27 de setembro e 5 de outubro.