Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Avelãs de Cima: Inquérito escolar mostra falhas na alimentação infantil

“Alguns alunos da nossa escola precisam de melhorar os seus hábitos alimentares”. Esta foi a conclusão a que chegaram as professoras e alunos da EB 1 de Avelãs de Cima, após a realização de um inquérito na escola, sobre “Saúde e Nutrição”.
No âmbito da “Assembleia de Alunos”, promovido pela Câmara Municipal de Anadia e realizado a 27 de abril, a EB 1 de Avelãs de Cima desenvolveu um pertinente trabalho sobre “Saúde e Nutrição”. Este foi, de resto, um dos trabalhos mais originais e de grande atualidade apresentados naquela Assembleia de Alunos e que colocou a descoberto algumas fragilidades e erros na alimentação infantil que urge colmatar.
Isso mesmo foi apontado pela docente Susana Rosmaninho, que a JB avançou a necessidade de, até final do ano, ser elaborado um panfleto que os meninos desta escola vão levar para casa, alertando pais e encarregados de educação para a necessidade de corrigir algumas falhas alimentares.
“A ideia deste trabalho está relacionado com o projeto do Agrupamento Escolar – Educação para a Saúde e devido à Assembleia de Alunos. Decidimos juntar a matemática (elaboração dos gráficos e tratamento de dados, matéria do 4.º ano) e realizar inquéritos em toda a escola. Os quatro anos colaboraram”.
O resultado foi um trabalho de grande atualidade que evidencia o que de mal se passa na alimentação de muitas crianças do concelho e do país. De resto, este inquérito espelha erros que urge ultrapassar no seio de muitas famílias.

Grande surpresa. “Ficámos surpresas pela negativa”, confessa a docente, dando conta de que na cantina escolar “já temos uma perceção daquilo que os meninos gostam ou não gostam e da dificuldade que constitui fazê-los comer determinados alimentos”.
Ao todo foram considerados 37 inquéritos, já que dois alunos não os devolveram. Os inquéritos realizados a crianças entre os 6 e os 11 anos mostram que a maioria toma pequeno-almoço e que a maior parte opta por comer cereais (20 alunos) ou leite com pão (12 alunos). Um outro alimento importante na infância, o leite, também é uma das bebidas mais consumidas – 23 crianças bebem um ou dois copos, mas apenas 14 bebem mais de 3 copos de leite por dia, que é a quantidade de leite recomendada para as crianças nestas idades.
Por outro lado, apenas 12 crianças toma seis refeições por dia. A maioria (14) toma cinco e há nove crianças que apenas tomam quatro refeições.
Sendo a sopa indispensável para uma alimentação equilibrada, 19 crianças comem-na sempre às refeições, mas 17 comem às vezes e um aluno raramente a come.
A maioria também come com mais frequência carne (30) e apenas 5 alunos comem mais vezes peixe. Já a comida rápida – fast food – não faz parte da ementa dos alunos, pois 28 consomem-na raramente, oito às vezes e apenas um frequentemente. De referir que 31 crianças come fruta diariamente (o ideal é consumir até 5 peças de fruta/dia). À questão “achas que tens uma alimentação saudável”, 33 responderam que sim e apenas 4 disseram que não.
A questão mais polémica “se bebes bebidas alcoólicas” a maioria diz que não (28), mas oito alunos dizem beber ainda que raramente.
De referir que não se deve oferecer álcool a uma criança, uma vez que o seu fígado não está preparado para metabolizar o álcool.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Deixe um comentário

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com