Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Concurso"

Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada 2016


No âmbito do Encontro com o Vinho e Sabores Bairrada 2016, foi realizado um Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada.
Nesta 4.ª edição do certame, que decorreu de 30 de setembro a 2 de outubro, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, a Grande Medalha de Ouro foi atribuído ao vinho Encontro Baga, Bairrada tinto 2011 da Quinta do Encontro.

Aqui deixamos os resultados:

Espumantes com estágio até 24 meses
OURO: M&M Gold Edition, Beira Atlântico – Espumante branco, Cave Central da Bairrada
PRATA: Argau, Beira Atlântico – Espumante branco da Casa dos Barbas; Marquês de Marialva, Beira Atlântico – Espumante Bical e Arinto branco 2014 da Adega de Cantanhede

Espumantes com estágio igual ou superior a 24 meses
OURO: Encontro Special Cuvée, Bairrada Espumante branco 2011 da Quinta do Encontro; Lopo de Freitas, Bairrada Espumante branco 2011 das Caves do Solar de São Domingos; Milheiro Selas, Bairrada Espumante branco 2012 de António Assunção Coelho Selas; Quinta dos Abibes Sublime, Bairrada Espumante branco 2012 da Quinta dos Abibes; Rama Blanc de Blanc Special Cuvée, Bairrada Espumante branco 2012 de Jorge Manuel Ferreira Rama; São Domingos Velha Reserva, Bairrada Espumante branco 2011 das Caves do Solar de São Domingos
PRATA: Quinta dos Abibes Sublime, Bairrada Espumante branco 2010 da Quinta dos Abibes

Espumantes brancos de casta BAGA
OURO: Marquês de Marialva Blanc de Noir, Baga@Bairrada Espumante branco 2014 da Adega de Cantanhede

Vinho branco
OURO: Marquês de Marialva, Bairrada Reserva Arinto branco 2015, da Adega de Cantanhede; Volúpia, Bairrada branco 2015 das Caves do Solar de São Domingos

Vinho tinto
OURO: 2221 Terroir Cantanhede, Bairrada tinto 2011 da Adega Cooperativa de Cantanhede; Aliança Baga, Bairrada tinto 2009 da Aliança Vinhos de Portugal; Porta dos Templários, Bairrada tinto 2014 das Caves Arcos do Rei; Quinta da Lagoa Velha Premium, Bairrada tinto 2015 de Carlos Silva Neto; Tagarela, Bairrada tinto 2015 de Carlos Silva Neto; Vale da Brenha, Beira Atlântico Reserva Baga e Bastardo tinto 2013 de Manuel Jesus Silva
PRATA: Kompassus, Bairrada Reserva tinto 2013, de Kompassus;São Domingos Grande Escolha, Bairrada tinto 2012, das Caves do Solar de São Domingos; Vale da Brenha, Beira Atlântico Reserva Baga e Bastardo tinto 2012 de Manuel Jesus Silva

GRANDE OURO
Grande Medalha de Ouro, Encontro Baga, Bairrada tinto 2011 da Quinta do Encontro

Posted in Anadia, Bairrada, SangalhosComments (0)

Concurso Vinhos de Portugal 2016: Os melhores tinto varietal e espumante de Portugal são da Bairrada


Os vencedores do ‘Concurso Vinhos de Portugal 2016’ foram conhecidos na passada sexta-feira. A revelação e a entrega de prémios aconteceu durante um jantar de gala que teve lugar na Mata do Bussaco, na Bairrada, o que já por si foi óptimo para a região.
A “cereja no topo do bolo” chegou quando se soube que dois dos sete galardões ‘Melhores do Ano 2016’ ficariam na Bairrada. O ‘Hibernus Grande Cuvée Vintage 2011’ (Maria do Rosário Carvalheira) e o ‘Messias Clássico Garrafeira 2010’ (Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias SA) foram eleitos como ‘Melhor Espumante’ e ‘Melhor Vinho Tinto Varietal’, respetivamente.
Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, afirma que “foram duas distinções de excepcional valor, bem reveladoras da excelência e crescente importância dos vinhos desta região no mercado global. A destacar o facto do tinto ser um monocasta de Baga, a casta rainha da Bairrada.”.
No total, foram vinte as medalhas que a Bairrada arrecadou neste concurso: duas de ouro, para os vinhos citados acima, e 18 de prata (10 para espumantes, 3 para brancos e 5 para tintos). No que toca aos espumantes, seis são brancos e quatro rosés. A lista completa pode ser consultada abaixo.
O ‘Concurso Vinhos de Portugal 2016’ galardoou sete ‘Melhores do Ano’ (que distinguem os melhores entre todos os galardoados; destacando-se dois Bairrada) e atribuiu 333 medalhas: 29 ‘Grandes Ouros’, 58 ‘Ouros’ e 246 ‘Pratas’.
O painel de jurados, composto por cerca de 150 especialistas provenientes de várias regiões de Portugal e de vários mercados internacionais – Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, EUA, Japão, Noruega, Polónia, Reino Unido, Rússia, Suécia -, provaram mais de 1300 vinhos nacionais provenientes dos quase 380 produtores inscritos no concurso. De destacar a presença de seis influentes figuras da cena internacional que se deslocaram ao nosso país para participaram como elementos do ‘Grande Júri’: as britânicas Jancis Robinson e Julia Harding, os americanos Joshua Greene e Evan Goldstein, o brasileiro Dirceu Vianna Junior e a alemã Caro Maurer.

Bairrada no topo de Portugal. O ‘Hibernus Grande Cuvée Vintage 2011’ caracteriza-se por ser um espumante branco muito mineral e citrino, revelando notas de maçã ácida, biscoito, e a complexidade que a fermentação em barrica lhe traz..
O monocasta de Baga ‘Messias Clássico Garrafeira 2010’ é um vinho tinto clássico, de cor rubi intensa. Ao ser provado é notória a influência atlântica, em muito graças à presença de nuances balsâmicas, de resina e cedro, envolvidas em sensações iodadas e salinas. Tem uma enorme estrutura e grande potencial de envelhecimento.

Outros vinhos Bairrada premiados. Prata para 18 espumantes: Argau Espumante branco 2014 (IGP Beira Atlântico), Ataíde Semedo Millésime Bruto Espumante branco 2014 (DOP Bairrada), Luís Pato Baga Método Antigo Espumante rosé 2014 (IGP Beira Atlântico), Luís Pato Informal Espumante rosé 2013 (IGP Beira Atlântico), M&M Gold Edition Espumante rosé 2015 (IGP Beira Atlântico), Quinta do Poço do Lobo Baga Espumante branco 2013 (DOP Bairrada), Quinta dos Abibes Arinto e Baga Reserva Espumante branco 2012 (DOP Bairrada), Quinta dos Abibes Baga Espumante rosé 2013 (IGP Beira Atlântico)Rama Blanc de Blancs Espumante branco 2012 (DOP Bairrada), São Domingos Baga@Bairrada Espumante branco 2009 (DOP Bairrada). Prata para 3 Vinhos Brancos: QDOE branco 2015 (DOP Bairrada), Quinta dos Abibes Sublime branco 2012 (DOP Bairrada), Quinta dos Abibes Sauvignon Blanc branco 2015 (DOP Bairrada). Prata também para 5 Vinhos Tintos: As 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada tinto 2009 (DOP Bairrada), Casa de Sarmento Grande Escolha tinto 2011 (DOP Bairrada),
Casa de Sarmento tinto 2011 (DOP Bairrada), Encontro 1 tinto 2010 (DOP Bairrada), Kompassus Private Collections tinto 2011 (DOP Bairrada), Milheiro Selas Reserva tinto 2012 (DOP Bairrada).

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Anadia: VITI vence “em casa” final dos XVIII Jogos da Matemática


A VITI – Escola Profissional de Anadia recebeu e venceu na passada quarta-feira, dia 11, a 18.ª edição dos Jogos da Matemática das Escolas Profissionais. Em segundo lugar ficou a Escola Profissional de Aveiro e em 3.º, a Escola Profissional Amar Terra Verde.
A sessão de abertura teve como palco o Cineteatro Anadia e contou com a presença dos diretores dos restantes estabelecimentos de ensino do concelho (Agrupamento de Escolas de Anadia, Colégio Salesiano de Mogofores e Colégio de Nossa Senhora da Assunção), para além da edil anadiense, Teresa Cardoso que, na ocasião, se mostrou muito satisfeita por ter na primeira fila, “todos os representantes dos nossos estabelecimentos de ensino”.

“Cada um constrói o seu projeto educativo”. Ao vasto auditório, a edil anadiense não deixou de sublinhar que em Anadia, o caminho na Educação tem sido feito “em comunhão, em partilha e sobretudo criando um clima de muita união”, porque, afinal, é seu entendimento haver “espaço para todos”.
Sobre a polémica das últimas semanas à volta do financiamento de novas turmas em escolas com contratos de associação e o Ministério da Educação, diria que “cada um constrói o seu projeto educativo, que cabe aos pais e aos alunos escolher”, reforçando que, em Anadia, “todos partilhamos vontades comuns a favor da Educação e a trabalhar para os nossos alunos”.
A terminar, Teresa Cardoso desejou que todos os alunos presentes aproveitassem a iniciativa, “da melhor forma, num franco convívio, amizade e espírito de partilha”, sem, contudo, deixar um pensamento final: “sendo a matemática uma ciência exata, a verdade é que, hoje, os números vão falhando e muito por aí. Enfim, vão-se questionando muitos números e soluções e a matemática parece ter deixado de ser tão exata quanto gostaríamos que fosse”, concluiu.

“Tempos de dúvidas e interrogações.” Num auditório repleto de alunos e docentes, Adriano Aires, diretor da VITI, diria serem estes jogos da Matemática claramente “um concurso, mas fundamentalmente um encontro de escolas profissionais, de agentes que procuram o mesmo fim, que é o bem-estar e o sucesso dos jovens”. Uma competição que considerou “saudável, desde que honesta e leal e, porque obriga a estabelecer metas e a superarmo-nos a nós próprios.”
Na ocasião, lamentou a ausência de mais escolas profissionais, “devido a dificuldades financeiras que atravessam”. Por isso, lembrou que “os tempos são de alguma dúvida e interrogação sobre o ruído que está a ser feito a propósito de uma estratégia e política que não sei definir.”
Não querendo deixar de marcar posição como diretor de uma escola, diria que “o que me une às outras escolas do município e a todas as escolas nacionais é a vontade de construir um cidadão para o mundo, é nessa posição que me assumo, independentemente das ideologias e das políticas.”
Defendeu ainda que “devemos dar as mãos e caminhar em frente, independentemente das políticas ou dos políticos”, reforçando a satisfação por ter nesta sessão de abertura do concurso a presença de Jorge Humberto Pereira, diretor do Agrupamento de Escolas de Anadia, Dário Tavares, diretor do Colégio Salesiano de Mogofores e da Irmã Idalina Faneca, do Colégio de Nossa Senhora da Assunção: “de facto, estamos unidos nesta vontade de ensinar.”

Desmistificar a matemática. Sobre esta competição, podemos avançar que esta é a primeira vez que a VITI é anfitriã desta iniciativa.
Um concurso de âmbito nacional, que acolheu 120 alunos e professores de 20 escolas profissionais. Até chegar à final, as escolas concorrentes estiveram sujeitas a duas sessões de apuramento (janeiro e março), sendo agora esta final uma prova com estrutura parecida a um teste mas abordando conteúdos de matemática de uma forma mais lúdica, situações relacionadas com jogos e desafios de matemática.
À final, cada escola concorreu com uma equipa que integra seis alunos (do 10.º ao 12.º anos).
A JB, as docentes de matemática responsáveis da VITI, Sandra Caçador e Joana Santos, dizem que “a matemática já não é vista como uma disciplina tão temida” e que vai sendo “desmistificada”.
De destacar que a realização das provas teve lugar na VITI, tendo ainda os docentes realizado uma visita ao Aliança Underground Museum da Aliança Vinhos de Portugal, assim como, da parte da tarde, e antes da cerimónia da entrega dos prémios, teve lugar uma palestra com Vera Afreixo, do departamento de Matemática da Universidade de Aveiro, subordinada ao tema “Algumas estatísticas curiosas”.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Anadia: Concelho apurou finalistas para o concurso intermunicipal de leitura


Decorreu, na noite de 29 de abril, no Cineteatro Anadia, a fase municipal do Concurso Intermunicipal de Leitura (CIL), que apurou os quatro alunos que irão representar Anadia na grande final do certame.
Este concurso, promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), visa fomentar o prazer de ler e o desenvolvimento de competências dos alunos do 1.º, 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico (CEB) e do Ensino Secundário, das redes pública e privada dos 11 concelhos da Comunidade. Em Anadia, o CIL conta com a participação de representantes de todos os estabelecimentos de ensino do concelho, tendo sido apurados, na primeira fase, os 24 finalistas que disputaram agora esta fase municipal. Neste segundo momento do concurso, os participantes prestaram provas de leitura e de compreensão sobre as obras selecionadas para os quatro ciclos de ensino: “As aventuras de Pinóquio”, de Carlo Collodi (1º CEB), “Os Piratas”, Manuel António Pina (2.º CEB), “O Diário de Anne Frank” (3.º CEB) e “Siddartha”, de Hermann Hesse (Secundário).
Para representar Anadia na final do Concurso Intermunicipal de Leitura, o júri escolheu, no 1.º CEB, João Fontes, do Colégio de Nossa Senhora da Assunção (CNSA), e, como suplente, Gabriela Silva, do Centro Escolar de Arcos (AEA – Agrupamento de Escolas de Anadia); no 2.º CEB, a vencedora foi Maria Cara D’Anjo, do CNSA, sendo César Andrade, da Escola Básica e Secundária de Anadia (EBSA-AEA), o suplente; Bárbara Gorgulho, do CNSA, representará o 3.º CEB, tendo, como suplente, Pedro Fernandes, da EBSA-AEA; e, por fim, no Ensino Secundário, será Ana Santos, do CNSA, a representante de Anadia, enquanto Margarida Pereira (EBSA AEA), será a suplente.
Neste evento, organizado pela Câmara Municipal de Anadia, participaram ainda alunos do Agrupamento de Escolas de Anadia, do Colégio de Nossa Senhora da Assunção e dos Salesianos de Mogofores, que brindaram a plateia com diversos momentos de música, de canto e de dança, bem como o Grupo de Teatro do Projeto SER + em Anadia, com a representação da peça “Serafim e Malacueco na Corte do Rei Escama”, uma adaptação da obra de António Torrado.
Estimular, nos jovens, o desenvolvimento de competências no âmbito da leitura, durante o seu percurso escolar, é o lema desta iniciativa e um compromisso social ao qual a Câmara Municipal de Anadia se vinculou, e cuja expressão mais visível é a Rede de Bibliotecas de Anadia. O Município de Anadia pretende que os seus jovens recebam a melhor formação possível, ciente de que só assim se pode almejar contribuir para a construção de uma cidadania mais participada e consciente. Para Maria Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal, “este concurso é uma, de entre muitas ações promovidas pelo Município de Anadia, que tem como objetivo proporcionar aos nossos alunos oportunidades para desenvolverem um conjunto de competências sociais, emocionais e intelectuais, e para demonstrarem e aperfeiçoarem os seus múltiplos talentos”. A autarca aproveitou a ocasião para agradecer a toda a comunidade educativa “o empenho e o carinho com que têm abraçado os desafios lançados pela autarquia, fazendo votos para que esta estreita colaboração possa continuar, em prol do benefício das nossas crianças e jovens.”
A final do Concurso Intermunicipal de Leitura, que juntará os representantes dos 11 municípios da CIRA, está agendada para o próximo dia 28 de maio, pelas 10h, no Centro das Artes e do Espetáculo de Sever do Vouga.

Posted in Anadia, BairradaComments (1)

Anadia recebeu o Portugal Wine Trophy


A cidade de Anadia recebeu, entre os dias 5 e 8 de maio, o “Portugal Wine Trophy 2016”, um dos mais importantes e destacados concursos mundiais de vinhos, que este ano visitou a Região Demarcada da Bairrada.
Pelo segundo ano consecutivo, Portugal foi escolhido para acolher uma das etapas europeias do evento promovido pelos germânicos da Deutsche Wein Marketing, que, para além de duas provas de vinhos anuais em Berlim, organizam em outubro o “Asia Wine Trophy”, na cidade de Daejeon, Coreia do Sul.
O “Portugal Wine Trophy” decorreu nas instalações do Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, com a presença de cerca de 60 provadores, em representação de 13 países, os quais avaliaram mais de 1.700 vinhos provenientes de todo o mundo.
A Câmara Municipal de Anadia, coorganizadora do evento, conseguiu este ano contrapartidas para a participação totalmente gratuita dos 117 produtores registados na Comissão Vitivinícola da Bairrada, como forma de incentivo e de promoção do setor vitivinícola da região.
Todos os produtores-engarrafadores e caves da Bairrada puderam, assim, inscrever neste prestigiado concurso cinco vinhos diferentes (com registo gratuito), tendo ainda a possibilidade de estar da mesma forma representados sem quaisquer custos adicionais no “Asia Wine Trophy” que decorrerá ainda este ano, na Coreia do Sul.
Os alemães da Deutsche Wein Marketing, a organização portuguesa e todos os jurados, fizeram um balanço extremamente positivo do concurso, de tal forma, que a próxima edição de 2017, já está garantida novamente para decorrer na cidade de Anadia.
De referir que a comitiva nacional e internacional do Portugal Wine Trophy, durante os quatro dias do evento visitou diversas caves e adegas, num “tour social e turístico” muito diversificado, largamente apreciado e elogiado.
Na sede da Associação Rota da Bairrada, na Quinta das Bageiras, na Adega do Luís Pato, na Quinta do Encontro, na Adega Campolargo, nas Caves do Solar de São Domingos, nas Caves Aliança/Underground Museum, nas Caves São João e na Quinta dos Abibes, tiveram oportunidade de estabelecer contactos directos com a produção vitivinícola da Bairrada, tendo ali degustado, os magníficos néctares desta Região Demarcada, bem como apreciado a tradicional gastronomia bairradina.
Em comunicado, a organização portuguesa diz que “esta foi, sem dúvida, uma destacável e importante iniciativa do Município de Anadia, num precioso contributo para a expansão e promoção internacional da marca Bairrada e de muitos outros recursos endógenos de todo o território”.
Os resultados do concurso serão divulgados no próximo mês de junho.

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Vinhos Bairrada: “Vadio” obteve melhor classificação na Wine&Spirits


O vinho tinto Vadio Bairrada 2006, produzido pelo produtor bairradino Luís Patrão, arrecadou a nota mais alta (94 pontos) numa avaliação feita pelo crítico Joshua Greene para a prestigiada revista Wine & Spirits – edição de abril.
Na listagem dos “Melhores do Ano – Tintos Portugueses”, este tinto da Bairrada arrecadou 94 pontos, sendo o primeiro do ranking dos vinhos Bairrada mais pontuados. O produtor Luís Patrão conseguiu ainda outro feito notável, com o vinho Vadio Bairrada 2012, ao obter 91 pontos e a categoria de “Melhor Compra”.
O crítico Joshua Greene diz mesmo que este vinho tem “notas que remetem a um Barolo envelhecido”. Quanto ao Vadio tinto 2012, o crítico também não lhe poupa elogios: “É encorpado e delicioso”, diz.

Projeto Vadio tem 11 anos. O projeto Vadio está situado na aldeia da Poutena, no concelho de Anadia. Trata-se de um pequeno projeto familiar fundado por Luís Patrão, enólogo na Herdade do Esporão. Tem como elemento essencial a recuperação das castas tradicionais, especialmente a Baga e a produção de autênticos vinhos DOC Bairrada.
O projeto teve início em 2005, com uma pequena parcela de 5 hectares de uma vinha familiar de mais de 60 anos. Hoje, são 4,5 hectares de vinhas e contratos com pequenos produtores locais. Todas as parcelas de baga são plantadas exclusivamente em solos árgilo-calcáreo e praticam uma viticultura sustentável.
Os vinhos apresentam um estilo clássico, que pretende respeitar a autenticidade da região e o caráter das castas que lhe dão origem.
A JB Eduarda Dias, do Projeto Vadio, confessou ter ficado muito satisfeita com o reconhecimento: “Trabalhamos diariamente para que os nossos vinhos tenham qualidade e é sempre bom que seja reconhecida, ainda mais numa publicação como a Wine & Spirits.”
A JB acrescentou que o crítico norte-americano conheceu os vinhos Vadio através do contacto realizado com o distribuidor desta marca nos EUA, que enviou para o painel da prova da Revista os dois vinhos.
“Não é fácil os vinhos portugueses obterem boas classificações, passar a barreira psicológica dos 90 é ótimo, tudo o que vier acima é melhor ainda”, admite Eduarda Dias, para quem estas pontuações terão, naturalmente, repercussões na notoriedade da marca e dos vinhos Vadio.
“Para o mercado da América do Norte, este tipo de pontuações é indispensável. São selos de garantia para um consumidor que desconhece Portugal, as nossas castas autóctones e consequentemente a qualidade dos nossos vinhos. Obviamente que 94 pontos não garantem a venda de toda a produção, mas é uma ótima ferramenta de comunicação e ativação da marca. Portugal, e a Bairrada em particular, precisam de muitos 94 pontos para que a imagem de qualidade dos vinhos passe para o conhecimento comum do consumidor final destes mercados, e não apenas dos profissionais do mundo do vinho”.
O Vadio Tinto 2006 é uma reserva de 10% da produção que é relançada quando a colheita completa os 10 anos. “Tomámos esta decisão de guardar esta reserva para mostrar o potencial da Baga para envelhecer e criar vinhos únicos”, sublinha. O 2012 é a colheita que estão já a comercializar atualmente.

Outros Bairrada premiados

Recorde-se que para além dos dois vinhos Vadio, a Bairrada obteve ainda excelentes classificações com vinhos da Adega Campolargo, produtores Ataíde Semedo e Luís Pato e Aliança Vinhos de Portugal.
Assim, o vinho Bairrada da Adega Campolargo “Rol de Coisas Antigas 2011” obteve 92 pontos. Também o Bairrada 2013 do produtor Ataíde Semedo obteve 90 pontos e a designação de “Melhor Compra”, o mesmo acontecendo com o vinho Beira Atlântico Colheita Seleccionada 2012 do produtor Luís Pato. O Bairrada Reserva Aliança 2013 obteve 88 pontos e também a designação de “Melhor Compra”.07

CC

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Vem aí o “Anadia’s Junior Talents” 2016


Dar a conhecer os especiais talentos dos jovens do concelho no domínio das artes performativas é o objetivo do concurso “Anadia’s Junior Talents”, uma iniciativa da Câmara Municipal de Anadia, a realizar de forma faseada e que culminará num grande espetáculo agendado para o próximo dia 10 de junho, no Cineteatro Anadia.
O projeto, organizado pela Câmara Municipal de Anadia, em parceria com as escolas do concelho, destina-se a revelar jovens com especiais aptidões artísticas na música, no canto, na dança, no teatro e noutras disciplinas performativas.
Podem concorrer alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, matriculados no Agrupamento de Escolas de Anadia, na Escola de Viticultura e Enologia da Bairrada, no Colégio de Nossa Senhora da Assunção, e nos Salesianos de Mogofores, bem como jovens residentes no concelho de Anadia que frequentem os mesmos graus de ensino noutras escolas. A participação pode ser feita de forma individual ou coletiva (máximo de 30 elementos).

Início com a “Fase Escola”. O certame terá início com a “Fase Escola”, que decorre até 20 de maio e que servirá para selecionar 14 finalistas e quatro semifinalistas das quatro escolas do concelho.
Os alunos residentes no concelho, mas que frequentem outras escolas, poderão participar, a 1 de junho, numa “Fase Intermédia”, juntamente com os semifinalistas escolhidos na fase anterior, sendo, então, apurados mais quatro finalistas.

“Fase Final”. A “Fase Final”, que terá lugar no dia 10 de junho, juntará no palco do Cineteatro Anadia os 18 finalistas do concurso, cujas prestações serão avaliadas por um júri designado pela autarquia.
As inscrições para a “Fase Escola” estão já a decorrer, podendo os jovens interessados em participar neste concurso consultar as normas respetivas no website do Município de Anadia (Serviços > Juventude) ou nas escolas do concelho, devendo inscrever-se no prazo definido por cada uma destas.
Para além de pretender dar a conhecer o talento dos jovens de Anadia, a realização do concurso visa também contribuir para o seu desenvolvimento pessoal aos mais diversos níveis, para a promoção do seu sucesso educativo, e para o fomento da interação entre os elementos da comunidade educativa do concelho, à semelhança do que vem sendo feito noutros projetos municipais destinados a estas faixas etárias.
Por outro lado, o “Anadia’s Junior Talents” integra-se no espírito do programa “Sentir Anadia”, que se define como um “elemento orientador, aglutinador, interlocutor e catalisador de toda a atividade municipal nos domínios cultural, desportivo e social, e ainda no âmbito da juventude, do empreendedorismo e do desenvolvimento local”, e que tem como objetivo “incentivar o aparecimento de projetos inovadores, intrinsecamente ligados à realidade e às necessidades do concelho, cuja qualidade origine um efeito disseminador dentro e fora do Município de Anadia.”
Todos os interessados podem consultar as normas em http://www.cm-anadia.pt/…/CM-Anadia_AnadiasJuniorTalents201.

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

O. Bairro/Anadia: Katem e Sapataria Salto Alto vencem concurso de Montras de Natal


 

A loja de roupa Katem e a sapataria Salto Alto foram as vencedoras dos Concursos de Montras de Natal em Oliveira do Bairro e Anadia, respetivamente, que a ACIB – Associação Comercial e Industrial da Bairrada promoveu, em parceria com as Câmaras Municipais, de 14 a 25 de dezembro.
O resultado do concurso de montras foi o seguinte:
Oliveira do Bairro: 1.º Classificado – Katem; 2.º– Glory’s; 3.º– Trapos e Farrapos.
Anadia: 1.º Classificado – Sapataria Salto Alto; 2.º – Pó D’Arroz; 3.º – Papelaria Lita.
Tanto em Anadia como em Oliveira do Bairro, o concurso teve uma adesão significativa por parte dos comerciantes, que assim contribuíram para tornar o comércio tradicional mais apelativo durante o Natal e embelezar as ruas dos concelhos de Anadia e Oliveira do Bairro, o que prova que o comércio tradicional está vivo e ativo.
Participaram no concurso de montras os seguintes estabelecimentos:
Oliveira do Bairro – Atelier de Moda, ElectroSilvério e Óptica Pereira em Bustos; Glory’s, Oiã Kids e Supermercado Super Poupança em Oiã; Ginóflorista, Glam, Impressão Tua, Katem, Mundial Óptica, Naturadélia, Óptica Arromba, Óptica Ruivo e Trapos e Farrapos.
Anadia – Aliópticas, Atelier O Corpete, Bairrinformática, Boutique Nelly, Casa das Meias, Farmácia Agrícola, Faz-me Festas, Florista Floral de Anadia, Galeria (Curia), Lojas M. Silva, M. Silva Home, Mascote Portuguesa, Nextzótica, Papelaria Cesário, Papelaria Lita, Pó D’Arroz, Sala Sete, Sapataria Salto Alto, Vei-Gás e Yeap Store.
Além dos Concursos de Montras, encontra-se ainda a decorrer o Sorteio de Natal, até 31 de dezembro, com prémios aliciantes para os consumidores do comércio tradicional.
O Sorteio de Natal do Comércio Local consiste na entrega de uma senha, ao cliente, por cada 10 euros de compras efetuadas durante esse mês, nas lojas aderentes, que o habilitará ao sorteio de vários prémios.
As senhas, depois de devidamente preenchidas e carimbadas pelas lojas, deverão ser depositadas nas caixas, devidamente lacradas, que se encontram nas lojas aderentes.
Lojas Participantes no Sorteio de Natal:
Aliópticas, Papelaria Lita, Vei-gás, Nextzótica, Farmácia Agrícola, Pó D’Arroz e Boutique Nelly de Anadia; Congelados Moreira – Loja de Bustos, ElectroSilvério, Retrosaria Rosel, Atelier de Moda e Pinóquio de Bustos; Supermercados Ponto Fresco de Mamarrosa/Oiã; Supermercado Super Poupança e OiãKids de Oiã; Óptica Ruivo, Ginóflorista,New Look, Óptica Arromba, Naturadélia, Electro Santos, Mundial Óptica, Ourivesaria Paraíso, Glam, Lialsan, Impressão Tua, Katem, Husqvarna – Flávio Silva, Atelier das Emoções de Oliveira do Bairro, CALCOB do Troviscal e Manuel Tavares Rosário de Malhapão.
Estas atividades durante a época natalícia são uma forma de dinamizar o comércio local dos concelhos de Anadia e Oliveira do Bairro e de incentivar o consumo nos estabelecimentos dos dois concelhos.
O Natal 2015 da ACIB tem o apoio das Câmaras Municipais de Anadia e de Oliveira do Bairro, bem como o patrocínio do Intermarché (Oliveira do Bairro), Supermercados Ponto Fresco (Mamarrosa/Oiã), Vei-Gás (Anadia), ElectroSilvério (Bustos), Lavandaria Bela Oiã (Oiã), Casa do Sargento (Malaposta), Perfumaria Pó D’Arroz (Anadia), Perfumaria Naturadélia (Oliveira do Bairro), CALCOB (Troviscal), A Bolseira (Mamodeiro), Caixas de Crédito Agrícola de Anadia e de Oliveira do Bairro, Rádio Província e Jornal da Bairrada.

Posted in Anadia, Bairrada, Destaque, Oliveira do BairroComments (0)

Oito vinhos Bairrada premiados no concurso “Escolha da Imprensa” no Encontro com o Vinho e Sabores


Este ano, foram oito os vinhos da Bairrada que se destacaram no Concurso Escolha da Imprensa 2015, organizado mais uma vez pela Revista de Vinhos, no âmbito do Encontro com o Vinho e Sabores, que decorreu de 30 de outubro a 2 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa.
Nesta 16.ª edição do evento promovido pela Revista de Vinhos, o destaque vai para os oito vinhos da região da Bairrada distinguidos com o Prémio Escolha da Imprensa.
De sublinhar que, de acordo com a Revista de Vinhos, “este ano foram batidos todos os recordes: de participação e de jurados. Entraram 357 vinhos, em cinco categorias (espumantes, brancos, rosés, tintos e fortificados). E o júri foi constituído por 34 provadores de todo o leque de órgãos de comunicação social do país, desde a especialidade até aos blogs de assumidamente pendor vínico.”
A entrega de prémios foi realizada no primeiro dia do Encontro com o Vinho e Sabores e os vinhos premiados estiveram em degustação livre ao público durante os quatro dias do evento.
Aqui deixamos a lista dos premiados da região da Bairrada:
ESPUMANTES: Aliança Vintage Bairrada branco 2010 (Aliança – Vinhos de Portugal); Primavera Baga-Bairrada branco 2013 (Caves Primavera); Regateiro Bairrada branco 2013 (Ares da Bairrada) e São Domingos Cuvée Bairrada branco 2011 (Caves do Solar de São Domingos).
BRANCOS: Aveleda Reserva da Família Bairrada 2014 (Aveleda).
ROSÉS: Quinta do Poço do Lobo Bairrada Baga Pinot Noir Reserva 2014 (Caves São João).
TINTOS: 2221 Terroir Cantanhede Bairrada 2011 (Adega Cooperativa de Cantanhede) e Foral de Cantanhede Gold Edition Bairrada Baga Grande Reserva 2009 (Adega Cooperativa de Cantanhede).

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Bairrada, Cantanhede, Mealhada, Região, VagosComments (0)

Grande Medalha de Ouro para espumante “Lopo de Freitas” branco 2010


Durante o Encontro com o Vinho e Sabores Bairrada, que decorreu de 11 a 13 de setembro, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, foram promovidos dois concursos: o ‘Concurso de Espumantes Bairrada 2015’ e o ‘Concurso Carta de Vinhos Bairrada 2015’.
No que toca aos espumantes, a Grande Medalha de Ouro foi arrecadada pelo ‘Lopo de Freitas branco 2010’ das Caves do Solar de São Domingos. Seguiram-se as medalhas de ouro, cinco, em três categorias. ‘Quinta dos Abibes branco 2011’, do produtor com o mesmo nome, foi o melhor espumante com estágio até 24 meses, sendo ainda destacados nesta categoria o ‘Marquês de Marialva branco 2014’ (Adega de Cantanhede) e o ‘Messias Grand Cuvée branco 2012’ (Caves Messias).
Na categoria de espumantes com estágio igual ou superior a dois anos foram atribuídas três medalhas de ouro: ‘Grande Borga branco 2010’ (Campolargo), o ‘Montanha Real Grande Reserva branco 2009’ (Caves da Montanha) e o ‘Rama Special Cuvée Blanc de Blancs branco 2011’ (J. Rama), sendo de destacar o facto de ‘Lopo de Feitas’ também se inserir nesta categoria. Baga, a casta bandeira da região levou a concurso vários espumantes tendo-se destacado, com ouro, o ‘Primavera Baga-Bairrada Extra Bruto branco 2013’, lançado precisamente no evento.
Na ocasião, Alexandrino Amorim, das Caves Solar de São Domingos, diria ser “um enorme motivo de orgulho o prémio que recebemos. É um Lopo de Freitas, um espumante que fazemos há dez anos, sempre com altíssimo nível. Já no ano passado, foi reconhecido em Lisboa, e agora aqui.”

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com