O Tribunal Administrativo e Fiscal de Aveiro iniciou um Processo Administrativo no seguimento de uma carta anónima que dá conta de que as atribuições dos subsídios efectuados pela Câmara Municipal de Oliveira do Bairro ao Oliveira do Bairro Sport Club não cumprem a lei.

Na denúncia, dada a conhecer, na última reunião de Câmara, pelo presidente da autarquia, o autor (anónimo) refere que escreveu ao tribunal por imperativo de consciência, já que é um dirigente de um clube pequeno de Oliveira do Bairro, que cumpre de forma honrada os seus compromissos. Dá conta ainda que outras ajudas são “dadas a um alto clube do concelho em que dois dirigentes são vereadores”.

O anónimo escreve na missiva, enviada ao Tribunal, que não se identifica com medo de retaliações, juntando uma notícia do Jornal da Bairrada e um “post” de um blog.