As obras de alargamento do Centro de Saúde do Troviscal iniciaram-se, na semana passada, anunciou a Comissão de Utentes do Posto Médico do Troviscal (CUPMT).

Esta Comissão congratula-se, em comunicado, pelo início das obras, sublinhando que “as mesmas se traduzem em melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde e para os utentes”.

No entanto, a CUPMT apela ao executivo camarário para que concretize os melhoramentos previstos, nomeadamente a construção de uma rampa para deficientes, junto ao posto de médico, parque privado para ambulâncias e pessoal de serviço”.

A Comissão de Utentes aguarda que as obras decorram dentro da normalidade para “acalmar os ânimos, até porque somos tolerantes”.

A CUPMT promete que estará atenta e aceita sugestões e reclamações para que possa intervir na devida altura.

Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, garantiu ao Jornal da Bairrada que “a autarquia cumprirá todos os melhoramentos que foram previstos com a CUPMT” e que está sempre disponível para dialogar com as pessoas. O autarca refere que esta obra só peca por tardia, lamentando que “o espaço que agora vai ser ampliado nunca tivesse sido convenientemente aproveitado”.

Recorde-se que a CUPMT realizou, pelo menos, duas manifestações de desagrado contra a política seguida pelo Ministério da Saúde em relação ao Posto Médico do Troviscal.