A Volta a Portugal Lagos Sports em Bicicleta, uma das mais antigas do mundo, regressou no dia 4 de Agosto às estradas e prolonga-se até ao dia 15. A Volta 2010, que vai na sua 72.ª edição, irá percorrer 1613,5Km ao longo de 11 dias de competição, repartidos por dez etapas e um prólogo, que terá Viseu como cenário. A cidade de Viriato que, nos últimos anos, foi palco da comemoração dos vencedores assistirá, desta vez, às primeiras pedaladas da prova.
Lisboa, que no ano anterior regressou à Volta será, por sua vez, duas semanas depois, protagonista da cerimónia final de consagração ao receber a última etapa.
Protagonista será também a cidade de Oliveira do Bairro, com a chegada da 8.ª etapa no dia 13. Uma etapa que liga Oliveira do Hospital a Oliveira do Bairro na distância de 169,9Km e que terá uma única contagem de terceira categoria do Prémio da Montanha, em Lavegadas (concelho de Vila Nova de Poiares), ao quilómetro 43,1.
Será uma etapa de transição depois da etapa do Alto da Torre e antes do contra-relógio Pedrógão – Leiria, duas etapas que, à partida, decidirão o vencedor da Volta.
Sobre os pormenores da etapa Oliveira do Hospital – Oliveira do Bairro e principais pontos de referência, registo para a passagem do pelotão no centro de Cantanhede, onde está instalada uma meta volante, seguindo os ciclistas depois para terras bairradinas: Campanas, Marvão, Quinta da Ferreira, Mamarrosa (onde está instalada uma meta volante), Bustos e depois em direcção a Oliveira do Bairro, com os ciclistas a fazerem uma primeira passagem pela meta em frente à Câmara Municipal – Rua Conde Ferreira, com horário previsto para as 17h10.
Depois, o pelotão segue em direcção a Sangalhos, onde encontrará a última meta volante; rotunda em frente para Aveiro – Oliveira do Bairro – Variante e regresso à meta final, com chegada prevista para as 17h29.
Joaquim Gomes, director da prova, comentou todas as etapas, no dia da apresentação da 72.ª edição da Volta a Portugal, que teve lugar no passado dia 19 de Julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Lisboa. Naquela que nos diz respeito – Oliveira do Hospital – Oliveira do Bairro, o antigo campeão com duas Voltas a Portugal conquistadas, disse de sua justiça: “Há muitos anos que Oliveira do Hospital não fazia parte do percurso da Volta a Portugal. Quanto a Oliveira do Bairro, é uma estreia em termos de chegada da Volta a Portugal. É mais uma das etapas de transição e, à partida, não haverá grandes complicações. O relevo é tranquilo mas se no dia anterior havia gente com força, acredito que a deve ter deixado nas estradas que conduziram ao Alto da Torre, na Serra da Estrela.
Julgo que podem acontecer neste dia algumas fugas com sucesso, mas se isso acontecer é porque os corredores envolvidos estarão muito afastados dos primeiros lugares da geral para que lhes seja, digamos, permitido chegar com alguns minutos de vantagem. Vai haver um dia muito difícil, a seguir, com o contra-relógio entre Pedrógão e Leiria, logo as principais equipas estarão já a pensar no “crono”. Vamos ter uma chegada algo exigente em termos técnicos, de qualquer modo, os ciclistas, com a existência do circuito final, terão a oportunidade de serem confrontados com estas dificuldades nos metros finais que antecedem a meta em Oliveira do Bairro.”
A primeira etapa que liga Gouveia a Oliveira de Azeméis, hoje, dia 5, na distância de 188Km, passará pelo centro de Águeda onde está instalada uma meta volante. Caramulo e Albergaria-a-Velha são outros pontos de passagem do pelotão.

Equipas

Participa na 72.ª Volta a Portugal em Bicicleta um total de 16 equipas, cuja origem registada na UCI – União Ciclista Internacional representa a participação de formações de seis nacionalidades, constituindo um pelotão com 144 corredores.
Equipas: Palmeiras Resort/Prio/Tavira (Portugal); Madeinox/Boavista (Portugal); LA Alumínios/Rota dos Móveis (Portugal); Barbot/Siper (Portugal); CC Loulé/Louletano/Aquashow (Portugal); Lampre/Farnese (Itália); ISD/NERI (Itália); Xacobeo/Galícia (Espanha); Andalucia/Cajasur (Espanha); Caja Rural (Espanha); Amore e Vita/Conad (Ucrânia); Carmiooro/NGC (Reino Unido); Rabobank (Continental) (Holanda); Equipa Nacional de Portugal; BBOX Bouygues Telecom (França) e Saur Sojasun (França).

Etapas

4/8 – Prólogo  – Viseu (5,5Km);
5/8 – 1.ª etapa: Gouveia – Oliveira de Azeméis (188Km);
6/8 – 2.ª etapa: Aveiro – Santo Tirso – Monte N.ª Sr.ª da Assunção (152,3Km);
7/8 – 3.ª etapa: Santo Tirso – Viana do Castelo (173,7Km);
8/8  – 4.ª etapa: Barcelos – Mondim de Basto – Sr.ª da Graça (175,8Km);
Dia de descanso;
10/8 – 5.ª etapa: Fafe – Lamego (172,4Km);
11/8 – 6.ª etapa: Moimenta da Beira – Castelo Branco (221,1Km);
12/7.ª-etapa: Idanha -a-Nova – Alto da Torre (168Km);
13/8 – 8.ª etapa: Oliveira do Hospital – Oliveira do Bairro (169,9Km);
14/8 – 9.ª etapa: CRI – Pedrógão – Leiria (32,6Km);
15/8 – 10.ª etapa: Sintra  – Lisboa (154,2Km).

Manuel Zappa
zappa@jb.pt