A Câmara Municipal da Mealhada deliberou, em reunião pública, a alienação de lotes de terreno da Zona Industrial da Pedrulha (ZIP) a mais três empresas.
Mendy, Transportes Eurolimite e Farinhas Firmos são os mais recentes negócios que vão fixar-se na ZIP, após se terem candidatado ao concurso público que previa a alienação de 19 lotes da zona industrial, terminado no passado dia 16 de Setembro.
As novas empresas sujeitam-se agora às condições previstas no Regulamento de Venda de Terrenos na ZIP.
As candidaturas foram objecto de análise pela Divisão de Planeamento Urbanístico da autarquia, tendo sido os lotes atribuídos de acordo com um conjunto de critérios, entre eles a valorização de recursos humanos, o ambiente e as condições de trabalho, a competitividade da empresa e a valorização da estrutura económica e empresarial do concelho.
A Câmara Municipal continua a privilegiar as empresas não poluentes e direccionadas para a especialização tecnológica e logística, área na qual o município apresenta fortes capacidades competitivas e se pretende especializar. As novas empresas têm agora um período de três anos para se instalarem na zona industrial, sob pena de terem de devolver os terrenos à autarquia caso não cumpram o prazo estipulado no regulamento.

ZIP afirma-se como aposta no desenvolvimento económico. A Zona Industrial da Pedrulha (ZIP) é uma aposta estratégica da Câmara Municipal da Mealhada, no sentido de captar novos investimentos e promover o desenvolvimento económico municipal e regional.
Uma obra da autarquia, que representa um investimento global superior a seis milhões de euros.
Em Julho último havia a notícia de que – com 18 empresas já instaladas – a ZIP se preparava para acolher outras duas, a ALPI e a Neoparts SA. Neste momento, mais três estão na iminência de se juntar ao núcleo empresarial.