O “Colóquio de Homenagem a José Luciano de Castro”, a realizar na Curia, no próximo dia 28 de fevereiro, entre as 9h30 e as 13h30, no Salão Casino das Termas, vai ser o ponto alto do ciclo evocativo da vida e obra do estadista que a Câmara Municipal de Anadia tem vindo a promover a propósito do centenário da morte do conselheiro.
As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, estando limitadas a 100 participantes.
A Comissão Científica deste encontro é presidida pelo constitucionalista Jorge Miranda, da Universidade de Lisboa, que trará à Curia a comunicação “Sobre o projeto da reforma da Carta Constitucional de José Luciano de Castro”, enquanto António dos Santos Justo, da Universidade de Coimbra, recordará “José Luciano de Castro. Ecos de um Homem de Anadia e de Portugal”. O enquadramento histórico ficará a cargo de Luís Reis Torgal, também da Universidade de Coimbra, que explicará o papel de “José Luciano de Castro em tempo de transição para a República”, e de Nuno Rosmaninho, da Universidade de Aveiro, a quem cabe desvendar a “Anadia de José Luciano de Castro”. Manuel Cardoso Leal, autor de um estudo sobre o estadista, será o moderador do colóquio.
A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, preside à Comissão de Honra.
Com este encontro, a Câmara Municipal de Anadia pretende contribuir para ampliar o conhecimento científico sobre José Luciano de Castro (1834-1914), nas esferas de ação governativa, jurídica, jornalística e até pessoal, e enquadra-se na série de iniciativas evocativas da figura do conselheiro (edições, exposições, cerimónias de homenagem e outras ações de divulgação da sua vida e obra) que vêm sendo realizadas desde 2013.
O evento conta com a colaboração da revista O Direito, fundada em 1868 pelo homenageado, que foi também seu diretor.
Os interessados em participar neste colóquio podem, desde já, solicitar a respetiva inscrição via e-mail para o endereço cul.turismo@gmail.com.