O novo Centro de Saúde de Oliveira do Bairro, que abriu ao público, no passado dia 18, é pequeno e não tem área útil para instalar novos serviços, confirmou ao Jornal da Bairrada, o coordenador daquela unidade de saúde, Fernando Martins. “A dimensão não é a mais apropriada para todas as funções”, afirmou o médico. O Centro de Saúde de Oliveira do Bairro, cujo projeto é da responsabilidade da Administração Regional de Saúde (ARS), foi adjudicado em agosto de 2013 pelo valor de 1.004.413,80 e pago pela Câmara que, agora, obterá uma comparticipação do QREN em cerca de 85%.
Fonte da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro já confirmou ao JB que o novo Centro Saúde (Unidade de Saúde Familiar) é pequeno e que a autarquia vai em conjunto com a ARS e com o diretor do Centro de Saúde encontrar uma solução para este problema.

Prazo apertado. O diretor do Centro de Saúde, Fernando Martins, diz não ter dúvidas de que “não se perdia nada se a Unidade de Saúde fosse um pouco maior”, justificando que o prazo apertado imposto pelo QREN para que a candidatura fosse apresentada, não permitiu que o projeto fosse alterado. “Depois de aprovado um projeto pelo QREN, tem que ser executado sem alterações”, explicou Fernando Martins, dando conta que os serviços de Saúde Pública, instalados neste Centro de Saúde, têm que partilhar o seu espaço.

Leia mais na versão digital do seu JB.