800

Uma mulher de 52 anos, doméstica, sem antecedentes criminais, foi detida pela Polícia Judiciária (PJ), por suspeita de crime de incêndio florestal, ocorrido na passada sexta-feira, no concelho de Oliveira do Bairro.

Depois de assistir ao combate aos incêndios que ultimamente deflagraram, com frequência, nas proximidades da sua residência, a suspeita colocou três focos de incêndio de que não resultaram avultados danos, porque foram prontamente combatidos por populares e pelos bombeiros que se encontravam na zona a fazer um rescaldo.

As ignições ocorreram através de chama direta, com recurso a uma caixa de fósforos, tendo a presumível autora dos crimes confessado os factos e indicado a forma como procedeu.

A detida vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório e eventual aplicação de medidas de coação.

Este ano, a PJ já identificou e deteve 37 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.