upob_paulo_caiado

O Movimento Unidos Por Oliveira do Bairro (UPOB) promete concorrer a todos os órgãos autárquicos (Câmara, Assembleia e às quatro Juntas de Freguesia) do concelho de Oliveira do Bairro nas autárquicas de 2017, revelou, no sábado, durante a formalização do Movimento, Paulo Caiado, subscritor número do UPOB  e um dos 31 que assinaram a escritura de constituição.
O Movimento UPOB tem como missão “a defesa dos interesses do concelho de Oliveira do Bairro, através da defesa de políticas orientadas para gentes da nossa terra”, regendo-se pela independência das organizações políticas, empresariais, sindicais e confessionais; transparência no relacionamento com a sociedade civil e com o Estado; solidariedade para com as famílias e pessoais em situação precária e ainda regendo-se pelo princípio de cooperação com todos os que queiram trabalhar em prol do concelho”.
Paulo Caiado clarificou ainda que não será candidato à presidência da Câmara ou da Assembleia Municipal. “Possivelmente terei um lugar muito discreto ou nem participe nas listas”, garantiu Paulo Caiado, acrescentando que vai “colocar” todo o seu empenho para que “as pessoas sejam as mais capazes e tenhamos listas fortíssimas à Câmara, Assembleia e às quatro Juntas de Freguesia”. “Como podem ver aqui – além das pessoas que são fundadoras -, pelas pessoas que estão presentes não vai ser difícil fazer listas fortíssimas a todos os órgãos autárquicos”.
Paulo Caiado prometeu que “o programa eleitoral vai ser extremamente participado, pelo que contamos com o contributo de todos. Espero que as pessoas vejam esta plataforma como uma forma de ter voz, uma forma de participar e de estarmos todos juntos, independentemente da ideologia que tão pouco conta na gestão de um concelho”. Ou seja, “a força do movimento não está em mim ou em muitas pessoas que estão aqui, mas em todos vós que podem dar o contributo”.

Interesses. Paulo Caiado explicou ainda como o movimento surgiu, afirmando que “estão aqui presentes pessoas de diversas ideologias e que, ao longo dos últimos anos, fomos sentindo que havia muito mais que nos unia do que propriamente nos desunia e é isso que nos une hoje”. “Todos nós somos capazes de colocar Oliveira do Bairro acima de qualquer outro interesse, o que é bastante importante. Todos nós conhecemos a vida política deste concelho e dos concelhos vizinhos. Todos nós conhecemos exemplos de concelhos muito bem geridos e concelhos que não são tão bem geridos e notamos que de facto o que os une não é o partido.” Assim, diz, “nós tentámos apanhar as melhores pessoas, independentemente do seu background, já que entendemos que não é pela ideologia que as pessoas não mais ou menos capazes e foi por isso que tentámos arranjar as pessoas mais capazes aqui no concelho”.
Paulo Caiado disse ainda que a UPOB entende que “na gestão autárquica não é importante saber qual é o background político. Há pessoas com uma capacidade enorme em todos os tipos de partidos. Foi isso que nós fizemos com este movimento”.
Paulo Caiado deu ainda conta que é intenção do movimento, “unir o concelho em volta de um projeto que seja agregador e que seja amigo das empresas, amigo das famílias; consiga trazer mais empresas para o concelho e que tenha mais cuidado com as pessoas que, infelizmente, têm mais dificuldades em competir e consiga, naturalmente, fazer esse trabalho que é importantíssimo”.
O ex-candidato do CDS/PP às eleições autárquicas de 2013,  deixou ainda a mensagem que “a força do movimento vai estar nas pessoas”.