A Câmara da Mealhada e a Fundação Mata do Bussaco apresentaram na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), na passada quinta-feira, o processo de candidatura a Património Mundial da UNESCO do ‘Deserto dos Carmelitas Descalços e Conjunto Edificado do Palace-Hotel do Bussaco’.
Com aquele objetivo, os promotores da candidatura estimam atingir o meio milhão de visitantes por ano no período de três anos após a classificação, o que seria “imprescindível” para atingir o objetivo da autossustentabilidade financeira da Fundação Mata do Bussaco (FMB).

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital do JB de 23/03/2017

 

[responsivevoice_button voice=“Portuguese Female” buttontext=“Ler esta notícia”]