Foi a segunda assembleia municipal realizada neste novo mandato 2017/2021 em Anadia, mas a primeira que suscitou debate de ideias e de posições.
Aliás, numa sessão com alguns momentos mais acesos, as bancadas marcaram posição e já começaram o “combate” político que se adivinha inflamado durante os próximos quatro anos.
Ainda que se tratasse de uma assembleia extraordinária e, portanto, sem período Antes da Ordem do Dia, a tarde foi, em grande parte, destinada a votações (ver caixa) para eleger autarcas e cidadãos de reconhecida idoneidade para integrarem diversas comissões, órgãos e entidades.

Ler mais na edição impressa ou digital