Foi num ambiente tenso e na presença de elementos da GNR que decorreu a Assembleia Extraordinária da União das Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas, que visava destituir a mesa da Assembleia de Freguesia (AF), presidida por António Marinha (CDS). Na terça-feira, dia 20 de fevereiro, a sala na sede da anterior Junta, em Ancas, encheu por completo para assistir a uma Assembleia que, entretanto, soube o JB junto de António Marinha, será impugnada.
No final da reunião, foi eleita por unanimidade (pelos cinco elementos presentes – 4 do MIAP e 1 do PSD) a nova lista apresentada por Lídia Oliveira, do PSD, que terá como 1.ª Secretária Anabela Santos (MIAP – Ancas) e como 2.º Secretário, Lino Seabra (MIAP – Paredes do Bairro).
Antes da votação, Lídia Oliveira, que havia sido escoltada pela GNR até ao local da Assembleia, afirmou ter sido ameaçada de morte nessa tarde por António Marinha. Questionado pelo Jornal da Bairrada, António Marinha nega estas acusações e garantiu que vai avançar com um processo de difamação contra Lídia Oliveira.

Leia mais na edição JB desta semana.