“Saúde Mental na Comunidade” é um projeto em curso na Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) de Anadia.
 Coube ao enfermeiro Antero Figueira, durante o Plenário da Rede Social de Anadia, falar desta consulta, que “é a porta aberta dos cuidados de saúde primários às pessoas que necessitam de cuidados na área da saúde mental e de psiquiatria”.
O objetivo geral deste projeto, avançou, “é prestar cuidados de saúde mental e psiquiátricos na comunidade às pessoas com perturbação mental e às suas famílias, mas também proporcionar aos utentes acessibilidade aos cuidados de saúde mental e psiquiátricos”.
Aos parceiros revelou que os utentes que chegam à UCC, fazem-no a partir da consulta externa de psiquiatria dos CHUC, mas também através do médico de família ou a partir das equipas de enfermagem das unidades de saúde do concelho, Rede Social e até por iniciativa própria do utente. “Muitas vezes, é o utente ou a família que, ao saber deste projeto, nos vem pedir ajuda”, avançou.
Neste projeto, procura-se adequar as respostas à pessoa doente e família face aos problemas existentes de saúde mental, seja através da adesão à terapêutica, autocuidado, ocupação útil e promoção da autonomia, todavia destacou também que esta problemática provoca um elevado stress ao cuidador: “Muitas vezes, a família sente-se incapaz de lidar com a situação. Está exausta, cansada”, explicou, dando nota de que “o que se pretende é evitar o reinternamento através da prevenção de crises e resposta imediata à mesma”, dando continuidade à prestação de cuidados de saúde mental. 

 

Ler mais na edição impressa ou digital