O executivo da Câmara Municipal de Anadia está preocupado com as alterações ao mapa judiciário e a sua reorganização, ainda que até à data não tenha chegado ao município qualquer informação oficial, por parte da Administração Central, sobre esta matéria. Uma preocupação que é comum à Delegação da Ordem dos Advogados de Anadia, que já reuniu com a edil e fez chegar à câmara municipal um documento a alertar para a alteração que, segundo a edil Teresa Cardoso, deverá ter “impacto na comarca de Aveiro, designadamente no Tribunal de Anadia”.

Na proposta entregue a Teresa Cardoso, os advogados defendem que o Palácio da Justiça de Anadia  deve acolher o Tribunal de Família e Menores que por agora está localizado em Oliveira do Bairro, assim como propõem a supressão do Tribunal da Mealhada.

Na missiva, a que JB teve acesso, [e que vai seguir para a Assembleia Municipal], a Delegação da Ordem dos Advogados deseja com este contributo  que “tal alteração venha a dar uma resposta satisfatória, quer às necessidades das populações, quer às de otimização dos serviços”.

Leia mais na edição de 24 de janeiro do Jornal da Bairrada.