Morreu o Burro Relvas, um dócil animal, que era cuidado e tratado por pessoas da comunidade há cerca de uma década, e que todos os anos participava na animada Corrida dos Burros, por ocasião das festas anuais em honra da N.ª Sra. d’Assunção, que se realizam em agosto, em Ancas.
Joaquim Seabra, conhecido como “O Grilo”, era a pessoa que todos os anos montava este animal na corrida dos burros e que se caracterizava das mais variadas figuras, era sempre o mais atento como tratador do animal.
Ainda pediu a presença do veterinário, mas apesar dos cuidados prestados, o Relvas não se aguentou e morreu.
O seu principal tratador, “O Grilo”, também não se encontra nas melhores condições de saúde, visto que, após acidente de trabalho, foi operado à coluna e não se encontra ainda completamente restabelecido.
Apesar desta baixa, a tradição das corridas dos Burros não pode morrer, há que pensar em nova aquisição.
Na próxima corrida, já no dia 17 de agosto, vamos notar a falta deste animal, mas também do seu tratador e montador, fazendo votos das suas rápidas melhoras.
Não vão faltar certamente animais da mesma espécie e montadores cheios de vontade.

Nelson Oliveira