O Comando Territorial de Coimbra da GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), deteve um homem de 32 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Cantanhede, no passado dia 28.

Na sequência de uma investigação por violência doméstica, em que o homem é suspeito de ter praticado agressões físicas e ofensas verbais à sua companheira, uma mulher de 19 anos, recorrendo a ameaças de morte e importunação constante no sentido de reatarem o relacionamento, os militares deram cumprimento a um mandado, culminando na detenção do suspeito.

O detido, reincidente na prática deste tipo de crime, foi presente no dia 28 de janeiro, a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra, ficando sujeito às medidas de coação de obrigação de não contactar, por qualquer meio, com a ofendida, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 200 metros, monitorizado por meios técnicos de controlo à distância, vulgo pulseira eletrónica, e ainda obrigação de sujeição a tratamento de dependência do álcool.

A ação contou com o reforço da Destacamento de Intervenção de Coimbra.