A IPSS Os Pioneiros, de Mourisca do Vouga, arrancou, hoje, com um serviço pioneiro no país, tendo em conta que 28 funcionários vão trabalhar, por dois turnos de 15 dias, isolados com os seniores.

Hoje, 14 funcionários entraram, de malas feitas, nas instalações da associação, onde vão ficar a viver, junto com os seniores, nos próximos 15 dias. Isolados e sem qualquer contato com o exterior. O objetivo, segundo referiu José Carlos Arede, Presidente d’Os Pioneiros, é preservar ao máximo a integridade da população residente do lar que se situa nas 50 pessoas.

Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, acompanhou o momento da entrada ao serviço deste primeiro grupo de funcionários e aproveitou a ocasião para lhes dar uma palavra de encorajamento e gratidão pela dedicação a esta causa. “Mais do que trabalho, o que estão a fazer é um ato de amor. É admirável o vosso esforço e empenho”, começou por dizer o Edil aguedense, acreditando que, no final de todo este processo, vão sair “com o coração cheio”.

Logo após os primeiros 15 dias, este grupo de 14 funcionários dará lugar a um novo grupo de 14 elementos que, entretanto, ficará em suas casas também resguardados e o mais isolados possível para “blindar qualquer possibilidade de contágio”.

Os funcionários que hoje deram entrada n’Os Pioneiros acreditam que estão a “fazer o que é certo” e a tomar as medidas necessárias para “minimizar o impacto” que o surto pode ter nesta população.