A Câmara de Águeda atribuiu um reforço financeiro de 50 mil euros às Juntas/Uniões de Freguesia para consolidar o “plafond” que estas autarquias têm para gestão e aquisição de materiais e equipamentos.

Segundo a autarquia, as Juntas/Uniões de Freguesia já dipunham de um bolo financeiro de 80 mil euros para este fim, sendo que agora foi reforçado com 50 mil euros, perfazendo um total de 130 mil euros para que as autarquias possam fazer face às necessidades mais urgentes relacionadas com a compra de materiais para funcionários, instituições locais ou população.

O “plafond” anual, que é agora reforçado, é gerido por estas autarquias locais para suprir as suas necessidades e pode ser alocado para o que acharem adequado. A verba atribuída agora tem como finalidade exclusiva a aquisição de materiais e equipamentos ou atividades relacionadas com a proteção e combate ao COVID-19, nomeadamente materiais de proteção individual.

“É um esforço adicional da Câmara de Águeda que objetiva reforçar a capacidade de intervenção das Juntas de Freguesia para enfrentar esta atualidade pandémica, beneficiando da sua maior proximidade com as populações”, sublinha Jorge Almeida, presidente da Câmara de Águeda.

Refira-se que a distribuição destas verbas pelas Juntas de Freguesia será feita, tal como noutras situações, de acordo com a proporcionalidade das autarquias, segundo os critérios aprovados anteriormente por todos os presidentes de Junta.