O Centro Hospitalar do Baixo Vouga vai retomar, a partir do dia 4 de maio, a atividade clínica (consultas, cirurgias, hospital de dia e exames), sendo que serão cumpridos os critérios de prioridade clínica, ainda que de forma gradual e faseada, ressalva aquela entidade.

Segundo o Centro Hospitalar, as consultas presenciais vão ser retomadas, mas, sempre que for clinicamente possível, manter-se-á a modalidade de consultas não presenciais. Assim, todos os utentes com consultas marcadas e que não tenham sido contactados, deverão apresentar-se à sua consulta, no hospital.

Entretanto, aquela entidade adverte que a situação requer a colaboração de todos os utentes, aquando da sua deslocação a qualquer dos três hospitais do Centro Hospitalar do Baixo Vouga. Por tal, deverão respeitar integralmente as seguintes medidas:

· Toda a circulação efetuada pelo utente e acompanhante, quando aplicável, terá de ser feita com utilização de máscara cirúrgica;

· À entrada do edifício hospitalar, o utente e acompanhante, quando aplicável, terão de proceder à higienização das mãos, estando disponível, para o efeito, solução alcoólica;

· Só será permitida a entrada de um acompanhante no caso de crianças ou utentes com incapacidade;

· Respeitar os horários da consulta/exame, sendo que a entrada no edifício hospitalar só poderá ser feita 30 minutos antes da hora agendada;

· O utente deverá permanecer na sala de espera até à chamada para a sua consulta/exame;

· Não será permitida a permanência dos utentes em espera nos corredores junto aos gabinetes de consulta e/ou de exames, situação que pode levar à interpelação do doente para regressar ao local adequado para o efeito.