A Feira Semanal de Águeda regressou no passado fim de semana, juntando-se ao Mercado Municipal, que foi um dos poucos do país que se manteve em funcionamento durante todo o período de Estado de Emergência e Situação de Calamidade decretados pelo Governo.

Para tal, os serviços camarários garantiram toda a segurança para a circulação de pessoas e prestação da atividade comercial, nomeadamente com a desinfeção de todo o espaço.

Segundo a autarquia, a decisão de manter a atividade deste mercado municipal teve por objetivo proteger tanto os pequenos produtores como os vendedores com espaços comerciais no mercado e as populações, respeitando todas as regras de segurança impostas pelas autoridades de saúde.

“Este foi um dos equipamentos municipais que nunca deixou de funcionar, numa política de proximidade aos cidadãos que visa garantir todo o apoio de que a população necessita”, refere a Câmara de Águeda.

No passado sábado, dia 6, nos terrenos anexos ao Mercado Municipal, decorreu também a Feira Semanal, uma atividade que esteve suspensa no âmbito das medidas de prevenção e combate à Covid-19 impostas pelo Governo.

A par da Feira Semanal de Águeda, alguns serviços e espaços camarários, que se mantinham em funcionamento, reativam a sua abertura ao público, designadamente a Biblioteca Municipal Manuel Alegre, o Centro de Juventude de Águeda (dia 15), o Posto de Turismo (dia 15), o Centro de Artes de Águeda (dia 16), o Centro de BTT e o Museu Ferroviário.

Leia mais na edição impressa de 12 de junho.