A Câmara Municipal de Águeda quer saber o estado de conservação de todas as pontes e viadutos do concelho sob sua jurisdição, para, subsequentemente, programar as intervenções que se revelem necessárias. Para tal, acaba de contratar o serviço para avaliação técnica de 31 infraestruturas, entre as quais se contam 29 pontes, um pontão e uma passagem superior.

“É a primeira vez que fazemos uma avaliação sistemática e simultaneamente em todo o concelho a todas as pontes e viadutos”, afirmou Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, salientando que se tratam de obras de grande responsabilidade e cuja “manutenção é de extrema importância para a segurança e bem-estar das populações que utilizam aquelas vias para circular”.

O trabalho técnico especializado de monitorização e acompanhamento que agora vai ser realizado permitirá não só verificar o estado de conservação de todas as pontes e viadutos como identificar potenciais problemas que as infraestruturas tenham e que ponham em causa a segurança de pessoas e bens para que, na sequência do relatório técnico resultante desta inspeção, os serviços camarários possam programar as obras de reabilitação e manutenção necessárias.

“Pretendemos, assim, evitar situações como as que ocorreram no passado, nomeadamente na Ponte do Vouga, ou que coloquem em causa a segurança dos utilizadores das estradas”, frisou Jorge Almeida, salientando que algumas destas pontes são intermunicipais, uma vez que fazem a divisão dos concelhos, como sejam a Ponte da Fontinha, a Ponte do Carvalhal, a Ponte da Murta, a Ponte da Rua do Murtório e a Ponte do Cercal.