À data de 1 de julho, o padre Francisco Melo já tinha contabilizado mais de 35 mil euros de dádivas de mais de três centenas de pessoas para auxílio à população com dificuldades económicas sentidas na Ilha do Príncipe, onde está a cumprir uma missão.

No apelo feito no nosso jornal na edição de 25 de junho, o pároco de Oliveira do Bairro – que se encontra naquela ilha africana desde dezembro numa colaboração entre as Dioceses de Aveiro e de São Tomé e Príncipe – pedia auxílio face ao impacto negativo da pandemia naquela ilha, já com dificuldades mas agora agudizadas pelas quebras no turismo, que ali alimenta muita gente.

Depois da distribuição de cabazes com a ajuda proveniente das paróquias da Palhaça, Oliveira do Bairro e Angeja, logo os fundos escoaram, levando o pároco a fazer um apelo às paróquias da Diocese de Aveiro.

Saiba tudo sobre o assunto na edição impressa da próxima quinta-feira.