Quase todo o território de Portugal continental apresenta esta segunda-feira risco máximo, muito elevado e elevado de incêndio, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA), num dia em que a temperatura máxima vai subir, principalmente no Sul do país.

De acordo com o IPMA, estão em risco máximo cerca de 60 municípios dos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro

O IPMA colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio quase todos os restantes concelhos de norte a sul do país, à exceção de cerca de 40 municípios do litoral nos distritos de Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal.

O risco de incêndio, que se manterá elevado nos próximos dias, é determinado pelo IPMA e tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

A situação de alerta em Portugal Continental devido às previsões meteorológicas, que agravam o risco de incêndio rural, foi prolongada até final do dia de terça-feira por causa da subida da temperatura máxima, que segundo o IPMA ocorrerá em especial no Sul do país.