Designa-se “Creactivity”, o projeto itinerante do BPI e da Fundação “la Caixa” que em colaboração com o Município de Águeda, vai estar presente no Largo 1.º de Maio, entre os dias 3 e 7 de agosto, das 10h às 14h e das 16h às 20h.

Este projeto ganha forma dentro de um autocarro, que está equipado com bancos, mesas de trabalho e diversas atividades/workshops para crianças a partir dos 6 anos, estimulando o desenho e a criatividade. A viatura está convertida numa unidade móvel totalmente adaptada para pessoas com mobilidade reduzida, facilitando tanto o acesso como a participação ao longo das atividades.

A percorrer o país de Norte a Sul e ilhas desde setembro de 2018, este projeto tem por objetivo estimular a capacidade de desenho e o desenvolvimento de soluções originais para problemas simples. As crianças participam em ateliês, num espaço interativo, com recurso a  materiais do quotidiano e ferramentas com diferentes graus de tecnologia para dar vida às suas ideias.

O espaço dispõe de várias áreas para pôr em prática diferentes competências: a zona da Mecânica, com espaços de engrenagens, máquinas, berlindes e paintballs; a zona do Vento, com tubos de vento; a zona da Eletricidade, e a zona da Luz, com o sistema stopmotion.

De uma forma lúdica e colaborativa, o projeto permite explorar os materiais, planear, criar novos desenhos, utilizar materiais comuns e dar-lhes novas funções, através de propostas abertas e interdisciplinares, despertando o engenho, a habilidade e a criatividade. Também se trabalham outras competências mais transversais, como hábitos de aprendizagem cooperativos, autoconhecimento para a aprendizagem e a criação e realização de projetos.

Os ateliês são dirigidos a grupos de crianças, principalmente entre os 6 e os 16 anos, bem como a grupos familiares. Um monitor acompanha as crianças através de um processo de criação em que os adultos acompanhantes, quer sejam professores ou familiares, também são convidados a participar.

Dada a situação atual, as entidades organizadoras implementaram um protocolo rigoroso de participação para evitar qualquer tipo de risco e/ou contaminação, cumprindo assim com as medidas ditadas pela DGS.