A Ciência continua a ser uma das apostas da Câmara Municipal de Cantanhede que, ontem (quarta-feira), apresentou o painel de jurados e o regulamento das Bolsas de Inovação Científica Professor Doutor António Lima de Faria.

“Num concelho muito virado para a biotecnologia, onde está implantado o Biocant, onde se afirma o desenvolvimento e a inovação, estas bolsas fazem todo o sentido”, referiu a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede. Helena Teodósio anunciou cada um dos elementos do júri, que será presidido pela docente universitária e investigadora Manuela Grazina.

Serão atribuídas, nos próximos cinco anos, duas bolsas por ano – uma em setembro, a outra em maio -, de 1000 euros cada, uma delas patrocinada pela Câmara Municipal, a outra assumida por António Lima de Faria.

Serão admitidos resumos ou planos de trabalhos de qualquer área ou ramo científico da autoria de jovens estudantes do ensino secundário ou do ensino superior, dos 15 aos 35 anos.

Leia a notícia completa na próxima edição do Jornal da Bairrada