Dentro de poucos dias todos os alunos regressarão às aulas presenciais, num novo ano letivo marcado pela pandemia da Covid-19 e que obrigou o Governo a preparar novas regras para todos os graus de ensino (do pré-escolar ao secundário). Orientações excecionais que visam uma retoma das atividades letivas e não letivas em segurança, ainda que a incerteza quanto à evolução da pandemia não deixe ninguém indiferente.
Na região, todas as escolas, públicas, privadas e profissionais entraram em contagem decrescente na preparação de um ano completamente atípico.

A maioria dos alunos regressa à escola na próxima semana já que será entre os dias 14 e 17 de setembro que se iniciam as aulas presenciais.
A ansiedade dos alunos é, por estes dias, grande, desejosos de reencontrar amigos e colegas, assim como são enormes as dúvidas e os medos, sobretudo por parte de pais e encarregados de educação, receosos quando à evolução da pandemia, mas também expectantes quanto à adoção de novas rotinas que incluem circuitos e procedimentos no interior da escola que promovam o distanciamento físico.

Perante um leque tão vasto de regras e orientações que todos devem cumprir, ouvimos nesta edição os Agrupamentos de Escolas de Anadia e de Oliveira do Bairro, bem como as escolas profissionais e os colégios existentes nestes dois concelhos.

Ler mais na edição impressa ou digital