O Município de Cantanhede realizou mais 144 testes serológicos para deteção de Covid-19, desta vez a professores e pessoal não docente das escolas de Cantanhede.

A presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, já manifestara ao Conselho Municipal de Educação, “a disponibilidade da autarquia para realizar testes aos professores e demais funcionários das escolas de todos os graus de ensino, uma vez que o Ministério da Educação não está a providenciar esse tipo de controlo sanitário aos trabalhadores que estão sob a sua tutela”. 

Com um total de mais de 5.000 testes serológicos já realizados, a equipa do Município de Cantanhede coordenada pela vereadora Célia Simões tem estado sistematicamente no terreno desde que foi obtida validação técnica e científica da Administração Regional de Saúde do Centro para  esse tipo de testagem que começou por ser feita a todos os funcionários do município, da Inova-EM e juntas de freguesia, Bombeiros Voluntários e agentes da GNR, bem como aos profissionais que têm contacto frequente com pessoas e grupos populacionais considerados mais vulneráveis ao Covid-19, nomeadamente quem trabalha nas IPSS. No que diz respeito às instituições de carácter social, estão igualmente a ser feitos testes aos utentes dos centros de dia.

Entretanto, “a Câmara Municipal de Cantanhede tem já em curso o processo de aquisição de mais testes, para que não haja rutura de stock e o rastreio prossiga com a testagem do maior número possível de pessoas”. Quem o afirma é a presidente da autarquia, Helena Teodósio, que não esconde a sua “inquietação perante a perspetiva de agravamento da pandemia no país, o que, segundo alguns especialistas é uma inevitabilidade.

Helena Teodósio, enfatizou “o esforço financeiro significativo que a Câmara Municipal tem vindo a fazer para ajudar a ARS e a delegada de saúde na sua missão” e apela à população do concelho para “intensificar os cuidados preventivos”.