crime_sangalhos

O Tribunal de Aveiro condenou hoje a 23 anos de cadeia o homem que esfaqueou mortalmente a esposa e o companheiro em Sangalhos.

O juiz presidente referiu na leitura do acórdão que o coletivo ficou “convencido” dos factos imputados na acusação, dando-a como provada “quase na íntegra”, noticia o Jornal online Notícias de Aveiro

Pela morte da esposa, o tribunal aplicou a pena mais pesada, de 19 anos. Já pelo crime de que foi vítima o homem, fixou 17 anos, resultando o cúmulo jurídico de 23 anos, para um máximo de 25 anos previsto no código penal. Como lembrou o magistrado, o homicídio tem as penas mais severas do ordenamento penal.