Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Destaque

Cidade regressa, dia 30, à Idade Média

festas_cidade_oliveira_do_bairro

As Festas da Cidade de Oliveira do Bairro regressam nos próximos dias 30 de setembro, 1 e 2 de outubro, num evento que pretende recriar, à época da Idade Média, os festejos em honra de S. Miguel, padroeiro da cidade e da freguesia.
Do vasto programa da iniciativa, destacam-se as recriações históricas e reconstituições à época, bem como concertos de música medieval, dança, artes performativas diversas, entre outras animações. Destaque também para o Concerto de Música Antiga à Época Medieval dos Ensemble Vox Angelis, que terá lugar na sexta-feira, dia 30 de setembro, às 21h30, no Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, cuja receita (os bilhetes têm um valor de 6 euros) reverte a favor das obras da Igreja Matriz de Oliveira do Bairro.
O espaço da celebração, junto à Igreja Matriz de Oliveira do Bairro, englobará uma zona de restauração, artesãos, vendedores ambulantes e venda de produtos agrícolas e um parque de jogos medievais. A componente religiosa será igualmente parte integrante dos festejos, com a celebração de eucaristia, seguida de procissão em honra de S. Miguel, no domingo, dia 2, pelas 16h, sendo este um dos pontos altos da iniciativa. As festividades vão estender-se para a Rua Conde Ferreira, que estará encerrada ao trânsito no troço compreendido entre o início do edifício da Câmara Municipal (para quem entra na cidade) e a Rua Cândido dos Reis, assim como a sua ligação para a Rua Tavares de Castro.
O programa das festividades começa na sexta-feira, dia 30, às 19h, com a “Abertura do mercado e arruada Musical”, convidando os visitantes a jantar nas várias tasquinhas. Às 21h30 o Quartel das Artes Dr. Alípio Sol acolhe o Concerto de Música Antiga.
No sábado, a animação começa com uma “Arruada pelos lugares da Freguesia”, anunciando a abertura do Mercado para as 10h. À tarde, a animação vai começar às 15h.
No domingo, a animação começa logo às 10h, com a “Abertura e arruada pelas ruas do mercado”. À tarde, pelas 15h, repete-se a “Oficina de Caligrafia” e às 16h é hora da Celebração Eucarística, na Igreja Matriz de Oliveira do Bairro, que precede a Procissão em honra de São Miguel Arcanjo, um dos momentos altos do programa.

Organização. A organização das Festas da Cidade – Padroeiro S. Miguel é da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, em parceria com a Comissão Fabriqueira de Oliveira do Bairro e as Confrarias de S. Miguel, sendo uma aposta na diversidade da oferta cultural e turística do Município e na promoção da sua cultura e tradições.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Festa da Juventude e Semana da Mobilidade até domingo na cidade

festa_juventude_oliveira_do_bairro

Em Oliveira do Bairro, o próximo fim de semana começa mais cedo, fruto das muitas atividades que a Câmara Municipal vai organizar a partir desta 4.ª feira, em áreas como a música, o teatro, a atividade física e a sensibilização para as questões ambientais.

A animação vai começar já esta 4.ª feira, com um veículo “trio elétrico”, que vai percorrer as ruas do Concelho de Oliveira do Bairro com muita música e diversão, antecipando a Festa da Juventude, que se vai realizar entre 5.ª e sábado. A 2.ª edição desta iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, é de acesso gratuito e vai decorrer numa tenda coberta no magnífico anfiteatro natural do Parque dos Pinheiros Mansos, na zona desportiva da cidade. No cartaz estão nomes como Dillaz (5.ª feira), Mundo Segundo (6.ª feira) e Átoa (sábado), para além de outros projetos musicais de grande qualidade.

Na 6.ª feira, destaca-se o início da Semana Europeia da Mobilidade, com um ciclo de cinema de âmbito ambiental, que vai decorrer na Biblioteca Municipal até 22 de setembro. O dia mais forte da iniciativa será o sábado, que contará com a Caminhada Noturna Solidária de Oliveira do Bairro, a partir das 20h00, depois de um dia de muita animação, com grande diversidade de atividades desportivas lúdicas e pedagógicas, de estímulo à utilização de transportes não poluentes, que vão decorrer na Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto (que encerrará ao trânsito), em Oliveira do Bairro. Para utilização e fruição da comunidade, dos mais novos aos mais velhos, estarão bicicletas, patins, trotinetes, skates, carros a pedais, carrinhos de rolamentos e elétricos, etc., para além de uma exposição interativa de bicicletas e de veículos movidos a energias alternativas, massagens, uma ação médico-social, com avaliação da tensão arterial, índice de massa corporal, glicemia, etc, e ainda insufláveis e muita animação de rua.

Relativamente à Caminhada Noturna Solidária, que no ano passado juntou 1.100 participantes, a concentração e aquecimento dos participantes, a quem será oferecida uma t-shirt alusiva ao evento (entre outros brindes), está marcada para as 20h00, junto à Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro. O percurso desta edição, que voltará a ser de 5 Km e passará pelo Quartel dos Bombeiros de Oliveira do Bairro, culmina no Parque dos Pinheiros Mansos, onde estará a decorrer a Festa da Juventude, com a presença de um DJ que promete manter a animação dos participantes.

Ainda neste sábado, e também integrado na Festa da Juventude, realiza-se o espetáculo de teatro e performance “Este Tempo Todo”, com encenação de Ricardo Regalado e interpretação dos Jovens Artistas Unidos. A entrada para este espetáculo é também gratuita e sujeita à lotação do auditório.

No domingo, a festa é para os mais novos (bebés até aos 36 meses), que poderão assistir ao espetáculo de Serviço Educativo do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol “Imagini – Dança e Música para bebés”. O espetáculo vai contar com duas sessões, às 16h00 e 17h00, com um preço de 4€ por criança, com direito a dois acompanhantes.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Maior fabricante de bicicletas asiático instala-se em Águeda

fabricante_bicicletas

O Município de Águeda e a FJ Bikes Europe assinaram, no passado dia 2 de setembro, o contrato-promessa de compra e venda de um lote no Parque Empresarial do Casarão (PEC-Águeda), concretizando assim a fixação do maior fabricante de bicicletas asiático neste concelho.

A referida empresa pretende construir uma unidade industrial para fabrico de bicicletas de gama média/alta e bicicletas elétricas destinadas ao mercado Europeu e dos Estados Unidos da América. A execução deste projeto, cujo investimento ronda os 8,2 milhões de euros, prevê criar cerca de 100 postos de trabalho, numa primeira fase, um número bastante significativo no contexto atual do desemprego tanto a nível nacional como local.
Na ocasião, Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, referiu que “o executivo municipal e os colaboradores da autarquia têm motivos para sentir orgulho pela concretização deste importante projeto para o concelho e para o país, que exigiu um grande esforço por parte de todos”. O autarca mencionou que “este investimento surgiu numa deslocação a Taiwan, onde se reforçou o projeto ‘Bike Valley Portugal’, e que irá trazer sinergias positivas com as empresas aguedenses do setor da indústria de duas rodas, melhorando a sua performance e volume de negócios”, para além de contribuir para “a recuperação de uma valiosa imagem de marca: Águeda – Capital das Duas Rodas”, concluiu.
Nesta primeira fase, a FJ Bikes Europe manifestou interesse na aquisição de uma parcela com a área máxima de 49.013 m2, havendo a possibilidade de a mesma expandir-se até aos 62000 m2 (na segunda fase).
De salientar que esta empresa apresenta-se como um dos maiores montadores asiáticos no setor das duas rodas e tem como parceiros marcas tão conceituadas como a Cannondale e a Pinnarello. Este projeto resulta de uma parceria estratégica desta empresa Asiática com a Triangle´s – Cycling Equipments, também ela de uma nova unidade que se encontra já em construção no PEC-Águeda e que irá produzir quadros para bicicletas em alumínio.

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

IPSB entra em lay-off e suspende 24 professores

ipsb

O Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB) entrou em lay-off, suspendendo 24 professores e um funcionário, confirmou ao JB um dos professores. Apesar das sucessivas tentativas de contacto, JB não conseguiu obter a confirmação do lay-off, junto da administração do IPSB.
Esta redução temporária do número de funcionários do IPSB tem como objetivo viabilizar a escola, devido à redução do número de turmas abrangidas pelo contrato de associação com o Estado. Nos últimos dias, a administração do IPSB tomou outras medidas de gestão que não terão sido do agrado do pessoal docente.
O lay-off é uma redução temporária do período normal de trabalho e pressupõe uma redução do salário em dois terços, mas nunca pode descer abaixo do ordenado mínimo nacional. Ou seja, se o trabalhador já ganhar apenas o ordenado mínimo nacional, não terá redução de ordenado. Em qualquer caso, a empresa deixa de suportar o pagamento da totalidade do salário, passando a ser responsável apenas por 30% desse valor. Os restantes 70% passam a ser assegurados pela Segurança Social. Todos os meses, a Segurança Social entrega a sua contribuição à empresa, que depois paga a totalidade ao trabalhador.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Vagos: Eleições na EPADR com vencedor improvável

Vagos: Eleições na EPADR com vencedor improvável

Quatro candidatos, um dos quais excluído de início, numa eleição que viria a ditar um vencedor, Paulo Pimentel. Resultado que a Direção Geral da Administração Escolar (DGAE) não homologou, por “ausência de requisito habilitacional” do candidato. Repetida, agora a dois, do escrutínio resultou um vencedor improvável, mas anunciado: João Queirós Pinto é o novo diretor da EAPDR – Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural.
O sucessor de Fernando Santos garantiu oito dos 14 votos em disputa, no confronto direto com Filomena Martins, que agora regressa à presidência do Conselho Geral da escola. Diz que ganhou “para evitar a vitória da outra concorrente”, tendo afirmado, a uma rádio local, que foi eleito “porque do mal, o menos”.
Natural de Amarante, 60 anos, tem “duas décadas de experiência” em cargos diretivos, admite estar “motivado” para enfrentar este desafio, e mostra-se conhecedor da situação [financeira], em que se encontra a EPADR. Mas diz-se de algum modo desgostado com a forma como os processos concursais se desenrolam, e a alegada influência que as autarquias têm nos atos eleitorais.
“Quando o ensino passar para o domínio das câmaras, ainda vai ser pior”, reconheceu Queirós Pinto, convicto de que, a acontecer, “só vão ser eleitos diretores que têm a mesma cor política de quem lá está”.
Nada que Filomena Martins também não tivesse pensado, ao ser derrotada, no primeiro sufrágio, por Paulo Pimentel, candidato que, admite agora, ter sido “lançado e apoiado” pelo poder político. Segundo declarou, [Paulo Pimentel] tem acompanhado a vida política, e não só, e fez parte do NEVA e do conselho fiscal da Caixa Agrícola. Para além de presidir à comissão de proteção de crianças e jovens (CPCJ) de Vagos, “numa lista proposta pelo atual presidente da câmara”, sinalizou Filomena Martins.

Falsidades e contradições. “Tudo falsidades”, respondeu Paulo Pimentel, alegando que não se revê nas declarações da professora Filomena, em particular no que diz respeito à CPCJ, órgão para o qual foi eleito em maio de 2007, quando integrava a comissão restrita em representação do Ministério da Educação. Garantindo que nunca foi militante de “nenhum partido” admite, no entanto, que gostaria de exercer o cargo de diretor da EPADR.
Também o presidente da câmara de Vagos, reagiu às declarações de Filomena Martins e João Queirós Pinto, considerando ser necessário “desmistificar a alegada politização” do processo eleitoral. Para Silvério Regalado, “a votação é secreta, e a câmara tem 3 dos 15 votos no conselho geral”, Em declarações à Vagos FM, aquele autarca revelou que a câmara requereu “adiar” o novo ato eleitoral, porque queria esclarecer “questões relativas ao processo concursal junto da DGAE”, o que não aconteceu.
Quanto à alegada relação de “consonância”, entre as escolas e a câmara, o edil de Vagos considera que sempre houve uma [excelente] relação entre a autarquia e as administrações escolares. E admite mesmo, que “a transferência de competências é natural e até favorável”.
Eduardo Jaques
Colaborador

Posted in Destaque0 Comentários

Confraria do Leitão junta as “7 Maravilhas da Gastronomia” na Bairrada

Confraria do Leitão junta as “7 Maravilhas da Gastronomia” na Bairrada

Faz, no próximo dia 10 de setembro, 5 anos que o Leitão da Bairrada foi eleito (na categoria “Carne”) uma das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa. Como forma de celebrar a efeméride, a Confraria do Leitão da Bairrada organiza um jantar no próximo dia 10 de setembro (sábado), onde serão degustadas as 7 Maravilhas (Queijo Serra da Estrela; Alheira de Mirandela; Sardinha Assada; Caldo Verde; Arroz de Marisco; Leitão da Bairrada e Pastel de Belém) e que terá um caráter solidário: o resultado do evento será entregue a 5 IPSS’s da Bairrada – Paraíso Social de Aguada de Baixo (Águeda); Centro Social Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima (Anadia); PRODECO – Progresso e Desenvolvimento de Covões (Cantanhede); CAPP – Centro de Assistência Paroquial da Pampilhosa (Mealhada) e Centro Social e Paroquial S. Pedro da Palhaça (Oliveira do Bairro).

O jantar realiza-se na Quinta de Santo António, na Fogueira (Sangalhos), a partir das 19h30 e tem um custo de 40 euros.

Inscrições e informações: 234 746 053 / c.g@leitaobairrada.com

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Oliveira Bairro: 1.ª revisão ao Plano e Orçamento aprovada por maioria

Oliveira Bairro: 1.ª revisão ao Plano e Orçamento aprovada por maioria

A 1.ª revisão às grandes opções do Plano e Orçamento de 2016 foi aprovada por maioria, na última reunião de executivo, realizada a 25 de agosto, com abstenção dos vereadores do CDS/PP.
Ainda que este ponto siga agora para discussão e votação em Assembleia Municipal, na apresentação do mesmo, o autarca Mário João Oliveira sublinhou que esta revisão, contrariamente aos outros anos, “ não é em baixa mas sim em alta, para adequar rubricas, permitir enquadrar rubricas novas e tendo em conta que já passaram oito meses, ajustar o que é necessário.”
Uma revisão em alta já que se chegou a um orçamento total previsto de 19.540.065 euros, ou seja superior ao inicialmente previsto em 1.531.400 euros.
Neste âmbito, o edil elencou várias obras, entre as quais a construção do Pavilhão Desportivo de Oiã (50 mil euros) e do Museu da Rádio (150 mil euros), mas também da requalificação da Escola Dr. Fernando Peixinho (40 mil euros); PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana (200 mil euros); reforços protocolos com instituições parceiras – CAF (25 mil euros); protocolo com instituições referentes ao 1.º CEB (100 mil euros); protocolos com associações em geral (150 mil euros); protocolos com comissões fabriqueiras (30 mil euros), protocolo com a ACIB para iluminação de Natal; Feira da Ciência (reforço de 40 mil euros); protocolos com a comunidade escolar – protocolos com EPIS e o IEC (35 mil euros), entre outros.
Quanto ao Orçamento da despesa, destacou como principais reforços: Empréstimos (85 mil euros); encargos com instalações (250 mil euros); trabalhos especializados (50 mil euros); ADSE (50 mil euros); transportes (20 mil euros).
Na ocasião, Jorge Pato, vereador do CDS/PP, falou desta revisão como “alguns ajustamentos”, deixando ainda a indicação do sentido de voto dos vereadores do CDS/PP. “Na primeira versão abstivemo-nos e vamos manter o sentido de voto para ver como decorre o resto do ano.”

DERRAMA – Foi aprovado, pelo executivo, para o ano de 2017, o lançamento de uma Derrama de 1,00% sobre o lucro tributável sujeito e não isento de IRC.
Ainda que o limite máximo previsto na Lei seja de 1,5%, a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, como o edil frisou e na linha do que foram as decisões políticas do município, a câmara tem vindo a descer esta taxa, ano após ano até 1,1%, continuando a reduzir na próxima anuidade para 1,00%. Isto equivale a uma redução face ao ano anterior de mais de 10%. Assim, relativamente à Derrama aplicada há alguns anos atrás (10% do IRC que estava em 35%, o que equivalia a 3,5%), isto significa uma opção de apoio ao tecido económico e industrial.
O valor da Derrama seria aprovado por unanimidade.

IMI – Imposto Municipal de Imóveis – IMI para o ano de 2017 será de 0,80% (taxa fixa) para prédios rústicos e de 0,30% para prédios urbanos.
“Em termos de opções políticas levamos a efeito, desde que estou à frente dos destinos do concelho, uma política de redução deste imposto que tem vindo a reduzir, em alguns anos, ao ritmo de 0,25%.”
Assim, e já sob o novo pressuposto do governo em que os casais com imóvel próprio até 66.500 euros e com rendimentos do casal até 15.295 euros ano estariam isentos de IMI, Mário João Oliveira entende que os valores cobrados no município já estão em linha com uma medida social que coloca todos os cidadãos perante as mesmas condições.
Na ocasião, a propósito da proposta do IMI familar que vem sendo defendido pelos vereadores do CDS/PP e agora também pelo vereador António Mota (PSD), o edil oliveirense entende que este iria continuar a beneficiar apenas quem tem mais rendimentos.
Este ponto seria aprovado, por maioria, com a abstenção dos vereadores do CDS/PP e o voto contra do vereador António Mota que, na ocasião, apresentou uma proposta de redução do IMI considerando o número de dependentes, proposta esta que não colheu os votos favoráveis por parte dos seus pares.
Também o vereador Jorge Pato mostrou alguma satisfação por se estarem a praticar taxas mínimas e pelo PSD vir agora, segundo António Mota, ao encontro do que têm sido as propostas defendidas pelo CDS/PP sobre esta matéria, concluindo que o município perdeu “a oportunidade de introduzir aqui o quociente familiar”.

Participação de 5% no IRS – O executivo aprovou ainda por maioria (voto de qualidade do presidente de câmara), com os votos contra dos vereadores do CDS/PP e de António Mota (PSD), a participação de 5% no IRS.
No que diz respeito a esta importante receita municipal, o vereador António Mota voltou a mostrar-se contra a proposta de Mário João Oliveira ao defender uma redução de 0,25% na taxa a cobrar que passaria a cifrar-se em 4,75% (caso de 2 titulares com um filho). A seu ver, o IRS tem vindo a aumentar em termos de receita nos últimos anos. Esta redução, não sendo muito significativa para os cofres da autarquia, seria uma forma de começar, sobretudo atendendo à classe média tão massacrada em termos de impostos indiretos. Mário João Oliveira recordou que, embora o município pudesse cobrar um valor bem mais alto e encaixar uma receita de mais de 2 milhões de euros por ano, o valor praticado pelo município é em si já um benefício, e que a proposta do vereador do PSD teria um impacto residual nos escalões mais baixos dos salários, continuando a beneficiar quem recebe salários mais elevados.
Catarina Cerca

Posted in Destaque0 Comentários

Incêndios/Anadia: “Há muito que não se via tamanha união e solidariedade no concelho”

Incêndios/Anadia: “Há muito que não se via tamanha união e solidariedade no concelho”

 

Já lá vão três semanas mas o violento incêndio que, durante vários dias, não deu descanso aos bombeiros e às populações da nossa região, em particular de Águeda, Anadia e Mealhada, continua bem vivo na memória de todos. Apesar de os números não serem ainda exatos, terão ardido, entre Anadia e Mealhada, 5 a 6 mil hectares (mais de metade em Anadia) e, pese embora as muitas ameaças e casas em risco, arderam “apenas” duas habitações (uma em VN Monsarros, outra em Vale da Mó, esta uma segunda habitação). Pior mesmo foram os sete bombeiros da corporação de Anadia feridos, um deles em estado grave. Trata-se de Liliana Bastos, de 32 anos, que, no mesmo dia (25 de agosto) em que recebeu, no hospital, a visita do Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, teve alta, após uma cirurgia ao joelho, que a obrigará a uma recuperação de cerca de um ano.

Meios insuficientes para chegar a todo o lado. “Foram dias muito difíceis”, afiança a presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Cardoso, cuja casa também chegou a estar em risco. “Quando vemos o fogo a chegar a nossas casas é uma angústia muito grande. Eu assisti a isso, vi a aflição das pessoas e até a minha casa esteve em risco e eu nem sequer estava lá…”. A autarca recorda a dificuldade para controlar os focos de incêndio, face também às condições meteorológicas adversas. “Quando parecia que a situação estava a ficar controlada, tudo se alterava, o vento começava a soprar noutra direção e a aflição recomeçava, colocando várias populações em risco – Parada, Vila Nova de Monsarros, Monsarros, Vale da Mó, Ferreiros, até Póvoa do Pereiro, próximo da minha casa…”.
Teresa Cardoso assegura que “não havia meios para chegar a todo o lado”. “Eram tantas as frentes!” Por isso, ressalva o apoio de todas as entidades, dos bombeiros – “que vimos a ficarem exaustos, dia após dia” – e também dos populares. “Todas as entidades envolvidas deram o seu melhor, há muito que não se via tamanha união e solidariedade no concelho.”
Mesmo por parte da administração central, a autarca afirma que recebeu todo o apoio. “O Sr. Presidente da República contactou-me de imediato para fazer o ponto de situação, e a ministra da Administração Interna e o secretário de Estado estiveram em permanente contacto comigo e, em momentos de grande aflição, eu própria os contactava”, registando ainda o apoio solidário recebido por parte do presidente da Associação Nacional de Municípios e da Liga de Bombeiros.

Leia a reportagem completa na edição impressa do Jornal da Bairrada

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Peditório anual dos Bombeiros de Oliveira do Bairro no domingo, dia 28

Peditório anual dos Bombeiros de Oliveira do Bairro no domingo, dia 28

Realiza-se no próximo domingo, dia 28 de agosto, o Peditório Anual dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro.

Face à difícil situação vivida pelos Bombeiros nas últimas semanas, a Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro e o Comando do seu Corpo de Bombeiros decidiram adiar o (habitual) peditório anual de 15 de agosto para outra data, que ficou agora definida. Será então no próximo domingo, dia 28 de Agosto, com início previsto às 8h30.

À semelhança dos anos transatos, os operacionais da Associação Humanitária dos BV Oliveira do Bairro encontrar-se-ão estrategicamente dispostos pelo concelho de Oliveira do Bairro, de modo a poder recolher a ajuda de todos.

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Curia: uma estância termal com muita música

Curia: uma estância termal com muita música

Fado de Coimbra e música tradicional aguardam os visitantes da Curia, na noite deste sábado, 20 de agosto, e na tarde do dia seguinte, respetivamente, em mais dois espetáculos que integram o programa de animação da estância termal definido para este verão.

O programa deste fim de semana abre com uma serenata de fado de Coimbra, que decorrerá no sábado à noite, a partir das 21h, no Parque das Termas, junto ao edifício termal. Na tarde de domingo, pelas 16h, no Espaço Bairrada, sede da Rota da Bairrada, situada no belíssimo edifício da Estação Ferroviária, será a vez de um concerto por João Vila. O Professor Jota, como é mais conhecido, dará, mais uma vez, provas do seu talento enquanto multi-instrumentista que toca regularmente guitarra de Coimbra, piano, cavaquinho, acordeão, concertina, guitarra, gaita de foles, bandolim e sanfona medieval.

Com entradas livres, a animação da Curia decorre até setembro próximo, promovida pela Câmara Municipal de Anadia, com o apoio da União das Freguesias de Tamengos, Aguim e Óis do Bairro, e com a colaboração da Associação Rota da Bairrada, unidades hoteleiras, bares e restaurantes da Curia.

O programa terá continuidade no final da tarde de 27 de agosto, novamente no Espaço Bairrada, onde decorrerá, a partir das 18h, o “Bairrada Sunset” com o Dj Mr T.

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com