Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Destaque

Luso: “Baganha Basta” chega às redes sociais

Luso: “Baganha Basta” chega às redes sociais

A população da freguesia do Luso está a intensificar os protestos contra a empresa Alcides Branco e Companhia SA e desta vez decidiu utilizar a rede social Facebook onde criou uma página denominada ”Baganha Basta”, que desde o passado dia 11 já ultrapassou as 400 adesões. Esta é a mais recente forma para se queixarem do mau cheiro e do fumo que se fazem sentir naquela zona.
O braço de ferro entre a população e aquela empresa de refinação de óleos e gorduras dura já há vários anos e tem sido motivo de várias ações populares, desde abaixo-assinados a manifestações junto à empresa, a última das quais em novembro de 2007, com a presença maciça da população.
Agora, na tentativa de fazer chegar o protesto mais longe, os lusenses, assim como habitantes de outras localidades do concelho, criaram este espaço virtual para mostrar desagrado em relação ao assunto, colocando fotos pessoais com uma máscara anti-poluição, que aproveitam para foto de perfil naquela rede social. Também nesta página, os fãs da mesma colocam informações sobre os desenvolvimentos desta “luta”, assim como queixas e outras iniciativas do género feitas às entidades policiais e outras fiscalizadoras com jurisdição na matéria.

João Paulo Teles

Leia toda a reportagem na edição impressa ou digital do JB de 18/09/2014

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

1516 assinaturas em prol de melhores serviços de saúde

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Oliveira do Bairro, acompanhada por cerca de 50 pessoas, entregou ao presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira e ao presidente da Assembleia Municipal, Manuel Nunes, um abaixo-assinado com 1516 assinaturas, onde reclamam melhores condições de saúde. Neste mesmo dia foi também entregue por Fernando Picanço e Carlos Carvalho, membros da comissão de utentes, o original do abaixo-assinado no ACeS – Agrupamento dos Centros de Saúde do Baixo Vouga, aguardando a Comissão de Utentes uma audiência com o presidente do executivo, Manuel Sebe. Uma outra cópia do abaixo-assinado foi também enviada para a ARSC – Administração Regional de Saúde do Centro.
O abaixo-assinado visa a defesa do Serviço Nacional de Saúde e, entre outras reivindicações, exigindo que sejam mantidas valências hospitalares “ameaçadas pela legislação mais recente”.
O abaixo-assinado reclama ainda “a construção urgente” do novo Centro de Saúde de Oliveira do Bairro, já iniciada e “a substituição atempada e reforço dos profissionais de saúde, sobretudo os médicos das unidades deste concelho, que se reformaram nos últimos meses, bem como daqueles que se irão reformar em breve”.
Os subscritores querem também “lutar contra a carência de equipamentos, material clínico e de enfermagem, medicamentos e outros consumíveis”, assim como “opor-se ao encerramento” (ou mau funcionamento) de unidades de saúde locais e regionais.

Novos médicos. No encontro com os autarcas concelhios, Manuel Nunes, Presidente da Assembleia Municipal e médico numa das unidades de saúde do concelho, mostrou-se convicto de que brevemente haverá no concelho novos médicos para procurar suprir a passagem à reforma, quase simultânea, de cinco médicos. No entanto, segundo Manuel Nunes, a colocação de novos médicos, devido a aspetos processuais, é demorada.
Este responsável salientou que “a saúde é um bem essencial e o mais importante da vida das pessoas”.
Já o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, considerou o movimento louvável. “Nós não estamos contra este movimento, antes pelo contrário, sentimo-nos integrados”, referiu o edil, sublinhando que “a competência em matéria de saúde não é nossa, mas nós como responsáveis eleitos, fazem sempre diligências em todos os momentos, junto de quem de direito”.
Mário João Oliveira afirmou ainda que “a luta dos autarcas da Região de Aveiro é pela defesa da população”, pelo que “podem contar sempre connosco pela defesa dos serviços públicos de saúde no concelho”. Contudo, Fernando Picanço garante que “a Comissão de Utentes não irá cruzar os braços até que a normalidade dos serviços de saúde seja reposta”, sublinhando que “a elevada presença de utentes que compareceram de forma espontânea na entrega do abaixo-assinado na Câmara, numa manhã de um dia de trabalho e em tempo de colheitas, revela bem como é sentida a gravidade dos problemas da saúde pública deste concelho e o anseio de que sejam resolvidos”. “Para quem acha que de pouco vale reivindicar aquilo a que temos direito, podemos afirmar que já há sinais claros de que as autoridades se estão a mexer no sentido de melhorar as anomalias detetadas”, acrescenta Fernando Picanço, da Comissão de Utentes.
Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Espaço Bairrada promove provas de vinho Bairrada para visitantes

Espaço Bairrada promove provas de vinho Bairrada para visitantes

O Espaço Bairrada, no edifício da estação dos caminhos-de-ferro da Curia, atualmente sede da Rota da Bairrada, iniciou uma ação de promoção dos vinhos Bairrada, oferecendo aos visitantes e turistas, provas de vinhos da Região. Diariamente, e em sistema de rotatividade quinzenal, é possível, para quem visita aquele espaço, degustar alguns dos vinhos brancos, tintos e espumantes da Região da Bairrada, gratuitamente.

 

Em prova de 15 a 27 de setembro

Espumante QMF Branco Bruto 2010 (Maria Gomes, Bical, Baga, Arinto e Chardonnay), Quinta da Mata Fidalga

Espumante Primavera Baga Bairrada Bruto 2012, (Baga), Caves Primavera

Vinho Branco Entre II Santos 2012 (Sauvignon Blanc e Bical), Campolargo

Vinho Branco São Domingos 2013 (Bical e Maria Gomes), Caves São Domingos

Vinho Tinto Ortigão 2010 (Baga e Touriga Nacional), Quinta do Ortigão

Vinho Tinto Luis Pato Baga – Touriga Nacional 2010 (Baga e Touriga Nacional), Luis Pato

 

Horário das provas

De terça-feira a sábado: 10h às 13h e das 14h30 às 18h30

Domingo: 10h às 13 e das 15h às 18h30

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Tamengos0 Comentários

Cais das Folsas Novas (Vagos): obras seguem dentro de momentos

Cais das Folsas Novas (Vagos): obras seguem dentro de momentos

O prazo limite da obra era fevereiro do corrente ano, mas “afinal tudo continua na mesma”. Falamos da requalificação do antigo cais das Folsas Novas, que este ano não acolheu a 30ª edição do festival do moliceiro, transferido à última hora para a casa-museu de Santo António de Vagos.

O alerta foi deixado pela vereadora Maria Céu Marques, no decorrer da última reunião de câmara. Segundo a vereadora, eleita pelo CDS, que exige, por parte da autarquia, uma tomada de posição junto da Polis da Ria, responsável pela obra, o local envolvente continua nacessível, enquanto a empreitada “marca passo”.

Eduardo Jaques

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa.

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Carnaval da Mealhada quer António Fagundes no trono em 2015

Carnaval da Mealhada quer António Fagundes no trono em 2015

A Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) quer trazer o ator brasileiro António Fagundes ao trono dos desfiles da Mealhada do próximo ano daquele que é o Carnaval mais brasileiro de Portugal. A intenção foi revelada ao JB por Nuno Canilho, da ACB, garantindo que “se houver disponibilidade de agenda do ator e se a associação encontrar os parceiros certos”, este “sonho” de antigos sambistas mealhadenses pode tornar-se realidade já no próximo ano.

A nova direção da ACB, que terá em mãos a sua primeira edição do Carnaval a fevereiro próximo, está “a trabalhar para que o rei seja brasileiroe seja alguém que possa trazer muita gente”, disse Nuno Canilho.

João Paulo Teles

 

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Confraria dos Rojões da Bairrada promove 1.ª mostra confrádica descentralizada

A primeira “mostra confrádica descentralizada” da “Confraria dos Rojões da Bairrada, com Grelo e Batata à Racha”, sediada em Oliveira do Bairro, decorreu, no último sábado, na cidade de Aveiro.
O evento contou com a presença de cerca de três dezenas de Confrades oriundos dos oito municípios da Bairrada que compõem o corpo da Confraria, bem como do presidente da Câmara de Vagos, Silvério Regalado e do presidente da União de Freguesias da Glória e Vera Cruz, Fernando Marques.
Segundo Miguel Roque, presidente da Confraria dos Rojões da Bairrada, “a iniciativa foi levada a cabo por dois confrades de Aveiro, Miguel Soares Fernandes e Gabriela Gradeço, e esteve integrada na missão cultural e de divulgação da Bairrada, enquanto destino turístico, que visou proporcionar aos seus membros um convívio na cidade de Aveiro, dando a conhecer o património gastronómico e cultural deste município da Região da Bairrada.

Arte. Miguel Roque afirma que “o ponto de encontro do convívio confrádico teve como palco o “Museu Arte Nova – Casa Major Pessoa”, um dos mais belos ex-libris de Aveiro, onde os confrades tiveram a oportunidade de apreciar as linhas arquitetónicas deste secular imóvel à medida que o Grupo Etnográfico e Cénico das Barrocas iniciava a sua atuação musical, interpretando canções e marchas tradicionais do Bairro da Beira-Mar e revelando os trajes típicos das figuras dos Marnotos, das Tricanas, o que constituiu um momento único de animação para a Confraria, como ainda atraiu dezenas de turistas que visitavam a cidade”.
Seguidamente, “a Confraria iniciou o seu passeio pelo Canal Central, onde os confrades embarcaram em barcos moliceiros no cais da empresa Douro Acima rumo ao “Eco-Museu do Sal”, na Marinha da Troncalhada, onde decorreu uma visita guiada que permitiu conhecer de perto o salgado Aveirense e o funcionamento da safra do sal, descobrindo os novos usos culinários e cosméticos dados à flor de Sal e à espuma de Sal”.
Finda a incursão sobre o salgado aveirense, a Confraria voltou a embarcar nos moliceiros para percorrer todos os canais da cidade, desde o Canal de São Roque até ao Lago da Fonte Nova, degustando os tradicionais ovos moles com espumante bairradino.
Miguel Roque acrescenta ainda que “o evento culminou com um magnífico repasto servido no coração do Bairro da Beira-Mar, ou seja, no restaurante do Mercado do Peixe, onde foram confecionados a rigor rojões no tradicional tacho de cobre (com mais de 60 anos!) com respeito pela receita da Bairrada, ou seja, com os indispensáveis grelos e a célebre “batata à racha” que se fizeram acompanhar de vinhos da região”.
“No final, e após terem degustado a doçaria tradicional aveirense acompanhada de outro conhecido embaixador da Bairrada, o seu espumante, os Confrades fecharam o seu convívio com um animado momento musical, tendo sido brindados com a promessa de continuidade deste tipo de iniciativas no vizinho Município de Vagos e com o apoio institucional da edilidade vaguense”, concluiu Miguel Roque.

Posted in Aveiro, Destaque, Região0 Comentários

Paulo Costa em entrevista – “O OBSC perdeu a identidade como eu o conheci e ajudei a construir”

Advogado de profissão, Paulo Costa não jogou à defesa na longa entrevista que concedeu a JB. Abriu o livro e respondeu a vários temas, como a decisão de deixar o futebol. Apesar dos seus 37 anos, diz que tinha capacidade para jogar mais uns anos, mas vários fatores, como “as águas em que o Clube mergulhou”, a perda da mística, das referências e a falta de identidade, levaram o jogador a pendurar as chuteiras, mesmo tendo sido convidado a renovar. O ex-capitão do OBSC diz que perdidas estas e outras coisas, “vão acarretar anos de limbo desportivo até o Clube encontrar um novo rumo, uma nova identidade”, sendo que, na sua opinião, é inevitável que “terá de começar tudo de novo”.
Sobre o futuro, Paulo Costa diz que ser treinador não é algo que o seduza.Uma boa maneira de continuar ligado ao futebol é através da advocacia, pois já presta assessoria jurídica ao agenciamento e mediação de jogadores de futebol.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Desporto, Destaque, Futebol0 Comentários

PSD queixa-se da falta de animação cultural na Curia

“Foram gastos milhões de euros na Curia e agora está com animação a zero”, afirmou o vereador da oposição ,José Manuel Ribeiro, na penúltima quarta-feira, durante a reunião da Câmara Municipal de Anadia.
José Manuel Ribeiro lamentou “a falta uma agenda de animação local na Curia à semelhança do que acontece no Luso, concelho vizinho da Mealhada, onde existe animação cultural e animação de rua”.
José Manuel Ribeiro disse estar esperançado que “para o ano consigamos fazer um plano, pois ganhava o município e os privados”.
Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, reconheceu o problema, explicando que “o Turismo do Centro Portugal foi dizendo que assumia, assumia e depois comunicou que não tinha disponibilidade financeira”. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

“A minha proposta é trabalho”, afirma novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

“A minha proposta é trabalho”, afirma novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

“A minha proposta é trabalho, pois sem trabalho não há sucesso”. É esta, para já, a garantia do novo presidente da Fundação Mata do Buçaco (FMB), António Gravato, que tomou posse esta quinta-feira, dia 28 de agosto. O engenheiro silvícola de 60 anos diz que vai basear o seu trabalho em três alicerces: “lealdade, para com o sr. Presidente da câmara da Mealhada; zelo, defendendo intransigentemente os interesses da Fundação; e ambição, porque este espaço deve ter ambição para sonhar”.

António Gravato tomou posse dois dias depois do seu nome ter sido aprovado, por maioria (seis votos e favor e um branco), em reunião extraordinária do executivo municipal. Está assim encontrado o sucessor de Fernando Correia, que renunciou ao cargo no início de agosto. Rui Marqueiro teceu elogios ao novo presidente, que considerou “homem cordial e bom líder”.

António Gravato ressalvou as suas ligações afetivas ao Buçaco e frisou que desenvolveu aqui “um PO [Programa Operacional] para o Ambiente” e que, mais recentemente, participou na criação dos estatutos da Fundação Mata do Buçaco.

Quanto ao futuro e à estratégia para a Mata, disse ser necessário “fazer uma avaliação e relançar o programa 2020 dos Fundos Comunitários”.

Oriana Pataco

Reportagem na íntegra na edição de 4 de setembro de 2014 do Jornal da Bairrada.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Câmara de Anadia celebra Dia da Juventude com atividades culturais e desportivas

Câmara de Anadia celebra Dia da Juventude com atividades culturais e desportivas

A Câmara Municipal de Anadia celebrou o “Dia Internacional Juventude” no dia 12 de agosto, com a oferta de diversos serviços culturais e desportivos aos jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 30 anos.
O Município de Anadia pretendeu, assim, proporcionar um dia diferente aos seus jovens, dando a oportunidade de, gratuitamente, usufruírem de espaços culturais e desportivos em horário alargado e com serviços extra.
O Museu do Vinho Bairrada e a Biblioteca Municipal de Anadia estiveram abertos até às 22h desse dia e, em sessão de cinema extra, o Cineteatro Anadia exibiu o filme “Aviões: Equipa de Resgate”, em 3D, também gratuito para os jovens.
O grande destaque deste dia teve lugar no Centro de Alto Rendimento – Velódromo Nacional, em Sangalhos, que esteve aberto aos jovens, das09h30 às 18h30, para receber todos os que pretenderam visitar estas instalações ou até mesmo experimentar a pista de ciclismo, acompanhados por um técnico da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com