Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Oliveira do Bairro"

Santa Casa da Misericórdia quer dar resposta à área da deficiência no antigo Hospital


A Santa Casa da Misericórdia de Oliveira do Bairro (SCMOB), segundo o seu provedor Jorge Abrantes, “está a ponderar a implementação e desenvolvimento, nas instalações do Hospital da Misericórdia – após este regressar à sua posse -, de novas respostas sociais e serviços adequados na área da saúde e da deficiência”. É que, com a construção do novo Centro de Saúde, o Hospital da Misericórdia obrigatoriamente passará para a gestão da Santa Casa, à semelhança do que já vem sendo praticado noutros pontos do país.
Jorge Abrantes refere que “será uma resposta destinada à população do concelho e concelhos limítrofes, nomeadamente na área da deficiência e da saúde mental, pois sente-se que ainda são áreas deficitárias”.

Hospital. Recorde-se que a SCMOB, como muitas outras Santas Casas existentes no país, teve na sua génese a prestação de serviços de saúde, objetivo que concretizou com a construção e início de funcionamento do Hospital da Misericórdia, na década de 40 do século passado.
De acordo com o provedor da SCMOB, “o hospital da Misericórdia está, desde a década de 70, a ser utilizado pelo Ministério da Saúde, albergando o Centro de Saúde de Oliveira do Bairro”.
Jorge Abrantes refere ainda que “o hospital da Misericórdia faz parte da história do concelho, marcou gerações, faz parte da história da instituição, é um legado dos fundadores da Santa Casa e de muitos que contribuíram para a sua construção. Da mesma forma, a área da saúde faz parte da história e da vida da Santa Casa, foi a razão da sua criação”.

Plano de atividades. De acordo com o provedor da SCMOB, “a instituição já integrou no seu plano de desenvolvimento a requalificação do hospital da Misericórdia nesta perspetiva”. “Apesar de internamente já existir uma discussão relativamente às respostas e serviços a desenvolver, a instituição considera que ela terá que ser alargada a todos os interessados e intervenientes na área social e da saúde, bem como à autarquia”, acrescenta Jorge Abrantes, sublinhando que, “qualquer investimento, numa altura de parcos meios financeiros, terá que ser fruto de consenso, preconizando a otimização de recursos e a criação de respostas úteis e diferenciadas”. “Só assim o Hospital poderá continuar a ser um equipamento vivo, que integre respostas válidas e não um edifício vazio e votado ao esquecimento, sem utilidade”, acrescenta.
Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Dia Europeu Sem Carros com caminhada e cicloturismo


A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, que decorre de 16 a 22 de setembro, celebra no dia 20, o Dia Europeu Sem Carros, com várias atividades lúdicas e desportivas, dos quais se destacam uma Caminhada de 3 e 6 Km e o IV Passeio Cicloturístico do Concelho de Oliveira do Bairro, abertos à participação de todos os munícipes.
Do programa, que tem este ano como tema “As nossas ruas, a nossa escolha”, fazem parte um ciclo de cinema, que decorrerá na Biblioteca Municipal de 16 a 22, e o Dia Europeu Sem Carros, que será celebrado no dia 20 na Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto (que encerrará ao trânsito), em Oliveira do Bairro, palco privilegiado de uma grande diversidade de atividades, como o futebol, basquetebol, aulas de step, jump, fit walking e zumba, para além de exposições interativas, insufláveis e animação de rua.
Ainda neste dia, destaca-se a Caminhada, com concentração marcada para as 8h30 em frente à Biblioteca Municipal, e o IV Passeio Cicloturístico do Concelho de Oliveira do Bairro que, como aconteceu em edições anteriores, passará por todas as freguesias do concelho. A concentração para este passeio está marcada para as 9h e a chegada prevista para as 13h, com almoço (porco no espeto) para os participantes inscritos nesta atividade (passeio cicloturístico). Os locais de encontro, ao longo do percurso, para a entrada de mais participantes, são os seguintes: Escola de Artes da Bairrada, IEC Mamarrosa, Rotunda do Sobreiro (Bustos), parque junto à Junta de Freguesia de Bustos – com paragem intermédia para abastecimento sólido e líquido – e Largo do Cruzeiro (Oiã).
Para a Caminhada e para o Passeio Cicloturístico, de forma a garantir a segurança e a logística adequadas, será necessária inscrição prévia, que pode ser feita nas Juntas de Freguesia e na Câmara Municipal, ou então enviada para o e-mail desporto@cm-olb.pt (Caminhada) ou gpereira@cm-olb.pt (Cicloturismo), indicando o nome e n.º de telemóvel/ nº CC/ email das pessoas a inscrever. Para as associações ou grupos organizados, estão disponíveis no site da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro (www.cm-olb.pt) as Fichas de Inscrição de grupo para cada uma das atividades.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

IMI e Derrama descem para níveis históricos


A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro aprovou por unanimidade a redução, para o ano de 2015, da taxa do IMI (Imposto Municipal de Imóveis) de 0,35% para 0,325%, aproximando-se do valor mínimo imposto por lei, que é de 0,30%. Trata-se do valor mais baixo de sempre no concelho, sendo que as autarquias podem cobrar até à taxa máxima de 0,5%. Os prédios devolutos e em ruínas vão pagar em triplicado.
Já a taxa de derrama a ser cobrada às empresas no concelho de Oliveira do Bairro vai descer, em 2015, de 1,3% para 1,2%.
Paralelamente à decisão da descida do IMI, a autarquia aprovou igualmente a aplicação, conforme a lei (Código do Imposto Municipal sobre Imóveis), de taxas de IMI em valor triplicado nos casos de prédios urbanos que se considerem devolutos há mais de um ano e de prédios em ruínas, estando estas definições (“devolutos” e “em ruínas”) explícitas em diploma próprio. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

PDM entra em discussão pública


O Plano Diretor Municipal (PDM) de Oliveira do Bairro vai entrar em fase de discussão pública, após a publicação em Diário da República, que deverá ocorrer no início de setembro. A decisão foi aprovada por unanimidade na última reunião de câmara, realizada a 21 de agosto.
A fase de discussão pública terá uma duração de 30 dias, durante os quais poderá ser consultada toda a documentação referente ao plano, que estará disponível junto ao espaço de atendimento da autarquia. Ainda durante esta fase, será promovida uma sessão de esclarecimento, em data e local ainda a determinar, onde serão apresentados os principais aspetos desta 2.ª revisão do plano.
Aquando da apresentação desta proposta para votação pelo executivo, o presidente da câmara, Mário João Oliveira, fez questão de agradecer a todos os ex-autarcas, autarcas e técnicos municipais que, ao longo dos últimos anos, trabalharam com grande afinco e responsabilidade nesta 2.º revisão do PDM de Oliveira do Bairro. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Parque de estacionamento ao lado do tribunal judicial


A Alameda da Cidade de Oliveira do Bairro vai ter um novo parque de estacionamento. É que, na última reunião de câmara, realizada a 21 de agosto, foram aprovadas por unanimidade as aquisições, por parte da autarquia, de três parcelas de terrenos localizados entre o Edifício Público e o Tribunal de Família e Menores de Oliveira do Bairro (Casa Verde) para a requalificação de todo o espaço entre estes dois edifícios, que servirá para a construção de um parque de estacionamento.
Recorde-se que, recentemente, foi criado na Rua do Bairro Novo (traseiras da Caixa de Crédito Agrícola), um outro local de estacionamento que vem valorizar o comércio local desta zona da cidade.
Na mesma reunião foi aprovada a realização de uma permuta de terrenos entre a autarquia e os proprietários de três terrenos localizados na zona entre as ruas do Polo Escolar de Oliveira do Bairro e a Légua Seca, nas traseiras do Instituto Profissional da Bairrada (IPB), o que permitirá finalizar os trabalhos de drenagem das águas pluviais entre as duas vias. O alargamento e consequente limpeza de uma vala que atravessa e drena as águas pluviais desde a zona dos pinheiros mansos (terrenos a nascente do Parque Desportivo) até à Légua Seca veio, em alguns dos terrenos, proporcionar que pequenas lagoas ou fundões lá existentes, devido à extração de barro, fossem escoadas. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Bombeiros desenvolvem reboque para intervir em situações de pré-colapsos


Os bombeiros de Oliveira do Bairro passaram a dispor de um reboque de escoramentos e desobstrução. É uma das poucas corporações existentes no distrito de Aveiro com uma estrutura humana (cerca de 12 elementos) e material criada para responder com prontidão a situações de pré-colapsos.
A viatura em causa foi desenvolvida com o envolvimento de várias empresas locais.
De acordo com o Comandante da Corporação Marco Maia, o reboque permite “transportar equipamentos destinados a situações de escoramentos de estruturas em pré-colapso, busca e resgate em estruturas colapsadas e ainda escoramento em valas e trincheiras com vítimas soterradas”.
Marco Maia acrescenta que este equipamento foi estudado e feito à medida e à escala do concelho de Oliveira do Bairro e surge como uma forma de juntar muito do material que a corporação já tinha, mas que “andava disperso”. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Menina de dois anos fica com mão entalada numa máquina de brindes


Uma criança de dois anos ficou, na penúltima quarta-feira, ao início da tarde, com a mão entalada numa máquina de bolas de brindes, num café em Oliveira do Bairro. A menina esteve cerca de 40 minutos com a mão entalada na máquina.
Movida pela sua curiosidade, a criança meteu a mão dentro do orifício por onde saem as bolas, não conseguindo depois retirá-la. A menina entrou, entretanto, em pânico, fazendo com que a saída da mão fosse cada vez mais difícil, pelo que os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro foram chamados ao local, tendo desmontado a máquina e retirado a mão. Além dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, que compareceram com uma ambulância e um carro de desencarceramento, a viatura de Suporte Imediato de Vida do INEM, Águeda, também esteve no local. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

João Paulo Santos no Quartel das Artes


O Quartel das Artes recebe no próximo dia 29 de agosto, às 21h30, a primeira apresentação de “Abril”, a mais recente criação da Companhia Ultimo Momento, de e com João Paulo dos Santos e Elsa Caillat. Um espetáculo de novo circo, que surge da encomenda da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, no âmbito do projeto Cultura em Rede. Uma oportunidade para conhecer o trabalho de João Paulo Santos, artista português circense no mastro chinês, radicado em França há vários anos, surge pela primeira vez em palco ao lado da sua companheira Elsa Caillat, acrobata na corda vertical.

Abril é um projeto de expressão plástica, com recurso a diversos materiais, com destaque para os aparelhos de circo (um mastro chinês, uma corda de escalada e um mastro suspenso). Tendo o circo como ferramenta e linguagem artística, João e Elsa decidem fundir os seus universos para criar algo novo e singular. Trata-se de encontrar um ponto comum para transcrever a evidência de um encontro. O desafio será de explorar juntos o espaço cénico. É agora que se vão despir sem tirarem a roupa, deixar dançar a alma mais que o corpo só. O resultado é uma criação em torno das misturas do encontro humano e artístico, para dar à luz uma criação sensível, íntima e poderosa. Uma dança ritual, embriagante que esquece as condições (mastro ou corda) para o reencontro franco e sem artefactos, corpo a corpo.

Os bilhetes custam 5€ e podem ser adquiridos na bilheteira do QA, de 11 a 14 de agosto, a partir de dia 26 de agosto e no próprio dia do espetáculo, mas também online em http://www.bilheteiraonline.pt/Comprar/Bilhetes/20941-abril-quartel_artes_dr_alipio/. Para reservas os contactos são: quarteldasartes@cm-olb.pt | 939030166.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Cultura: Fernanda Vagueiro lança novo livro e presenteia Bombeiros de Ol. do Bairro


Foi com pompa e circunstância que Fernanda Vagueiro, natural do lugar do Montouro, freguesia de Covões, concelho de Cantanhede e a residir atualmente no Luxemburgo, apresentou, no passado sábado, no Quartel das Artes, em Oliveira do Bairro, o seu sexto livro, com o título “O Livro dos meus Sonhos inspirado por um grande amor”.
Trata-se de um livro de poemas inspirado por um grande amor e onde as crianças são a razão do seu viver. Nos últimos dez anos, escreveu e editou seis livros e, no cumprimento de uma promessa ao abrigo da sua fé, pelo sucesso alcançado aquando de várias intervenções cirúrgicas a que foi submetida, o produto da venda dos seus livros tem revertido sempre a favor das crianças desprotegidas.
Desta vez, resolveu entregar um cheque no valor de 1400 euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro para a compra de quatro monitores de sinais vitais. Trata-se de um equipamento portátil, que serve para avaliar as vítimas no local, medindo a tensão arterial, a frequência cardíaca e o oxigénio.
Depois da atuação do Grupo de Cantares “As Raízes da Nossa Terra”, da ADREP, Palhaça, seguiu-se a apresentação do livro.
Na ocasião, Fernanda Vagueiro, bastante emocionada, agradeceu à família, que esteve em peso, com particular destaque para as suas filhas, Cristina e Jaqueline, referindo que “a vida pode ser melhor se nós quisermos que ela o seja”, acrescentando serem as crianças a razão do seu viver.
A escritora bairradina diria ser esta “mais uma vitória. Agradeço a Deus o mérito de ser feliz de poder ajudar alguém. É isso que me faz feliz e por isso é que luto com todas as minhas forças”.
A filha, Cristina tem acompanhado o percurso da mãe. “É uma mulher que eu admiro e da qual me orgulho. Já sofreu muito, soube erguer-se e há dez anos a esta parte tem ajudado as crianças. É uma mulher de armas, sonhadora e que ainda não perdeu a esperança de amar. Os versos falam de amor, sonhos e esperanças. A minha mãe adora escrever e, antes de pensar nela, pensa na família.”
Da mesma forma, Jaqueline, a outra filha, diria, na ocasião, que “a mãe é única, é uma mulher lutadora. Pensa sempre em primeiro lugar na família, depois nela”.
Acácio Oliveira, fez a apresentação da autora. O dirigente da Shalom de Águeda conheceu Fernanda Vagueiro há dez anos e estabeleceram uma grande amizade. “As crianças são algo de muito especial, de mágico para ela. Neste período de tempo já ajudou com equipamentos ou donativos o Hospital Pediátrico de Coimbra, Instituto Português de Oncologia de Coimbra, Hospital de Aveiro, Rotary Clube de Oliveira do Bairro e Águeda, Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, Associação Baptista Shalom de Águeda, da qual faço parte, entre outros.”
Aquele interlocutor deu a conhecer que Fernanda Vagueiro desenvolve um trabalho com um grupo de 260 mulheres no Luxemburgo, vendendo produtos à porta da igreja.
A terminar, Alberto Nunes Cardoso, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, afirmou ter conhecido a escritora “há três dias e deu logo para perceber que era uma pessoa boa, com um grande sentido humanitário. O equipamento que nos oferece pode salvar vidas e é um grande valor que está a dar aos bombeiros”.

Manuel Zappa

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Oliveira do Bairro: CDS/PP quer unir VIVA As Associações à FIACOBA


O vereador do CDS/PP, Jorge Pato, sugeriu, na penúltima quinta-feira, durante a reunião da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, que o evento VIVA As Associações seja unificado com a FIACOBA e Feira do Cavalo.
Jorge Pato defendeu que “a presença das associações na feira daria outra massa crítica, diminuindo mesmo os encargos”.
O centrista deu a conhecer ainda que, na sua opinião, “a feira correu melhor do que a edição do ano anterior”.
António Mota, vereador responsável pela organização da FIACOBA e da Feira do Cavalo, também disse não ter dúvidas que “foi uma feira um pouco diferente, envolvendo muitas mais entidades, entre as quais a CALCOB, Kiwicoop, a Comissão Vinícola e muitas outras que se associaram à feira”. “O sucesso também se deve a estas associações”, explicou António Mota, reforçando que “os expositores, quer em número quer em qualidade, deram origem a um crescimento em termos de quantidade quer em qualidade”.
O autarca referiu ainda que “a Feira do Cavalo teve um aumento do número de concursos nacionais, alguns dos quais contaram com a presença de campeões nacionais, que deixaram boas referências. A feira nunca teve tantos animais, o que se traduziu num aumento significativo destes dois eventos”.
António Mota defendeu ainda que “numa próxima iniciativa, será necessário reforçar a iluminação”, anunciando que a próxima edição começará a ser tratada em setembro e que “já temos garantida a presença de muitos expositores que decidiram manter a sua presença”.
Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, explicou que a junção dos dois eventos não traria mais gente à FIACOBA, poderia sim “responder de uma forma diferente à gastronomia”.
Deu a conhecer que “a corrida de touros, desde que é levada a efeito, registou a maior afluência de público”. “A praça estava cheia”, reforçou o edil oliveirense, finalizando por afirma que “tudo é dinâmico e merece análise”.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com