“Estamos cá para ajudar as famílias.” Foi desta forma que Marco Costa, conhecido do grande público pela sua participação na 2.ª edição da Casa dos Segredos, deu início ao jogo de futsal solidário na Palhaça, que permitiu angariar perto de uma tonelada de bens para o Banco Alimentar Contra a Fome, de Aveiro, levando a organização a encarar a iniciativa como “um sucesso”.
Marco Costa, Joel Alentado, Fábio Paim, João J, Bruno Félix, Saúl, Nuno, Miguel, Aníbal, João Manuel Pinto, Toy, Pedro Luso, Rui D´Almeida, Rui Martins, Ricardo Barreiros, Bruno, Arnaldo, Ruben, Joka, DJ King (Joana, Vanessa, Nicole e Carlos da Casa dos Segredos apoiaram mas não jogaram) foram as personalidades que, para além do aspeto solidário, motivaram que muitos se deslocassem à ADREP, no domingo, dia 28 de abril.
Assim, com perto de 500 pessoas, de todas as idades, a assistir ao encontro no pavilhão da ADREP, na Palhaça, as “estrelas de tv” e “craques” do desporto proporcionaram um espetáculo divertido, onde a equipa de “Marco Costa e Amigos” venceu por larga margem, apesar de o resultado, claro está, pouco importar.
Antes ainda do início do jogo, o presidente da ADREP, Mário Braga, e o presidente da Junta de Freguesia da Palhaça, deixaram lembranças para todos os que vieram participar, de forma generosa, neste jogo solidário.
O tempo de intervalo foi o delírio para as muitas dezenas de crianças e jovens, que aproveitaram para pedir autógrafos ou tirar fotografias com os seus ídolos.
No que respeita ao jogo, não podemos deixar de destacar um “craque” que deu nas vistas no meio das vedetas: Diogo Couceiro, atleta da ADREP de apenas 11 anos, que já revela um grande talento para o futebol.
Fica aqui também expresso um agradecimento a todas as entidades e empresas que patrocinaram e/ou ajudaram na realização deste evento. A organização só lamenta a ausência de alguém representando a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro. “Apesar de terem confirmado, não compareceram, o que nos leva a admitir que, para a Câmara, o evento não deve ter sido encarado com o respeito que merecia”, frisa a organização.

Oriana Pataco