Há um ano, Marcos Martins presidia ao Rotary Club (RC) de Oliveira do Bairro, ambicionando colocar o Rotaract Club (membros dos 18 aos 30 anos) de novo em ação, após alguns anos de interregno. Um ano depois, o presidente cessante Marcos Martins vê cumprida essa missão, sendo certo que esta equipa Rotaract já deu provas de ser formada por jovens bastante dinâmicos e interessados em fazer algo pelo seu concelho e sociedade em geral. Em marcha está também o Interact de Oliveira do Bairro, de jovens do ensino básico e secundário, que conta já com sete elementos.
Na passada sexta-feira, a transmissão de tarefas do RC realizou-se na mesma sala – no Restaurante Estância – onde, há 19 anos, o Rotaract nasceu, sendo por isso esta cerimónia motivo de redobrada satisfação. Cantados os parabéns, a jovem presidente Andreia Almeida frisou que, desde que foi reativado, o Rotaract tem sido uma associação de referência no concelho. A mais recente atividade decorreu durante o evento Bairrada XCR, realizado em parceria com a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro (CMOB), “onde estivemos presentes com alimentação saudável”. A fruta que sobrou neste evento será agora distribuída no campo de férias da CMOB.
Como forma de agradecer a Marcos Martins, grande responsável pela reconstituição do Rotaract, este grupo consagrou-o sócio honorário.

Bolsas de estudo. Antes de passar o testemunho a Manuel Silvestre, Marcos Martins recordou algumas das ações importantes do ano. Uma delas, o apoio a bolseiros. O Rotary de Oliveira do Bairro tem apoiado vários alunos, no ensino superior “e ao longo deste ano tivemos quatro bolsas em simultâneo”. Na cerimónia de sexta-feira, estavam presentes duas das bolseiras. Em nome das quatro, Ana Isabel agradeceu ao Rotary Club ter-lhe permitido “realizar um sonho”: quatro anos depois, “estou a terminar a minha licenciatura em Farmácia no Instituto Politécnico de Bragança”.
Marcos Martins referiu ainda as palestras organizadas ao longo do ano e outras ações, envolvendo várias instituições e a comunidade, sempre tendo por base a máxima de atuação de Rotary Internacional, “Paz através do servir”.
Frisou ainda a sua presença e de um grupo de companheiros deste Clube na Convenção Mundial de Rotary, em Lisboa. “Todos temos de ser diariamente, um porto para a paz, foi a mensagem que trouxe”, partilhou Marcos Martins.

Clube excecional. Em representação da Governadora Teresinha Fraga, o Companheiro assistente de governador, Luis Ribeiro, elogiou a dinâmica de um “Clube excecional, com um presidente [Marcos Martins] que é uma força da natureza e que tem os «vícios» do Rotaract: extrema irreverência, determinação, hiperatividade…”

Apoio a jovem dos Carris. Face a tão rasgados elogios, o presidente entrante, Manuel Silvestre, confessou ser um “enorme desafio” suceder a Marcos Martins. Sob o lema “Viver Rotary, transformar vidas”, Manuel Silvestre destacou o projeto principal deste ano rotário: contribuir para a aquisição de uma cadeira de rodas para a jovem dos Carris, Oiã, Carla Duarte. “O custo da cadeira de rodas é de 7500 euros. Tem tido a colaboração da comunidade, mas ainda faltam cerca de 5 mil euros. O Rotary de Oliveira do Bairro tentará arranjar este valor e entregar a cadeira até setembro/outubro”, garantiu Manuel Silvestre, adiantando ainda que será feita uma candidatura à Fundação Rotária Portuguesa e uma campanha de angariação de fundos para esta causa durante a Fiacoba.
Para terminar, o novo presidente deixou um apelo às companheiras/parceiras dos membros do Clube, para um reforço da sua participação, “particularmente neste século, que é o século das mulheres”.
OP