Os concelhos de Loulé, Águeda e Pombal foram os municípios mais amigos do ambiente em 2013, de acordo com os resultados divulgados na sexta-feira, dia 19 de setembro, na entrega do galardão “Município ECOXXI 2014”, que decorreu em Cantanhede e que contou com a presença de Paulo Lemos, Secretário de Estado do Ambiente.
O galardão atribuiu 32 bandeiras verdes – equivalente à “bandeira azul” das praias, mas para os municípios mais amigos do ambiente – a igual número de concelhos que em 2013 se distinguiram pelas boas práticas ambientais e do desenvolvimento sustentável.

O galardão distinguiu ainda, na Bairrada, os municípios de Mealhada e Cantanhede (com índices superiores a 60%).
Os indicadores para a entrega deste galardão são, por exemplo, a promoção da educação ambiental, a participação pública e a agenda 21 local, informação disponível aos munícipes, certificação em sistemas de gestão de qualidade, o emprego, o ordenamento do território, qualidade do ar e da água, para consumo humano, tratamento dos resíduos urbanos e mobilidade sustentável, entre muitos outros que são importantes.

Desde que tem vindo a implementar a Agenda 21 Local, o Município de Águeda tem sido galardoado com este prémio. A Câmara Municipal continua a investir nesta área e, no início deste ano, assumiu a liderança do projeto da Agência para a Competitividade e Sustentabilidade, que envolve os 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região da Aveiro – CIRA.

É também o sexto ano consecutivo que a Mealhada conquista o título de município Eco XXI, tendo vindo sempre a melhorar a sua pontuação. O município conseguiu a sua melhor prestação de sempre: um índice global de 68,5%. Uma distinção que traz um enorme orgulho ao executivo municipal. “É um prémio coletivo, para o qual todos os munícipes deram o seu contributo e que funciona como um certificado ecológico referente às boas práticas ambientais”, sintetizou José Calhoa, vereador do Ambiente da Câmara Municipal da Mealhada.

 

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa de 25 de setembro de 2014 do Jornal da Bairrada