A Santa Casa de Misericórdia de Anadia vai a eleições no próximo sábado, dia 19, e pela primeira vez, surgem duas listas concorrentes, uma (lista B) liderada pelo atual provedor Carlos Matos e a outra (lista A) liderada pelo até aqui seu braço direito, Manuel Carreira.

Experiência e Juventude. Numa instituição onde é a carolice das pessoas e a vontade de trabalhar em benefício da comunidade que as impele a continuar, a lista liderada pelo atual provedor tem como prioridades, segundo o seu manifesto eleitoral, continuar a trabalhar na base do “inteiro voluntariado”, até porque a Misericórdia é no presente como que uma “empresa” “de dimensões consideráveis que já não se administra como há uma ou duas décadas atrás”.
Por isso diz que no próximo quadriénio 2016/2019 vai tentar “conciliar o conhecimento profundo da Instituição, por parte de alguns componentes da Lista que subscreve, fruto da sua experiência de vários anos, com a juventude e o cabedal de conhecimentos específicos de outros que agora, pela primeira vez, se comprometem a dar o seu contributo”.
Assim, diz que o lema é “Experiência e modernidade”, numa candidatura de continuidade, imbuído da vontade de continuar a servir a Misericórdia como até aqui. Uma candidatura que vai ao encontro da vontade de colaboradores e funcionários , de utentes e familiares, que reconhecem o trabalho que tem vindo a ser feito pela atual Mesa.

Sinal de democracia e vitalidade. A lista adversária à do presente provedor, é liderada por Manuel Carreira, atual Vice-Provedor, que decidiu apresentar uma alternativa por ter percebido “que havia um desejo generalizado de mudança no sentido da modernização e da abertura da Misericórdia aos Irmãos e à população”.
Afiança ter informado dessa sua intenção o atual provedor, com quem, diz, “tive a honra de trabalhar e que muito respeito”.
A equipa que se apresenta sob a sua liderança pretende modernizar a gestão, criar novas valências e emprego e servir melhor a população. É sua intenção, no âmbito do Quadro Comunitário Portugal 2020, concluir o projeto de ampliação das instalações da Fisioterapia do Hospital e concretizar a candidatura de um projeto de eficiência energética para os edifícios da Misericórdia; pretendem ainda apresentar uma candidatura para a requalificação do Palacete e para a criação de uma única cozinha (a ideia é que sirva todas as valências e que permita uma resposta social às populações através do fornecimento de refeições ao domicílio, que se diferenciará do apoio domiciliário tradicional; será uma resposta alargada àqueles que, numa fase mais difícil da sua vida, necessitam desse apoio, pagando uma contrapartida simbólica).
Manuel Carreira não encara a apresentação das duas candidaturas como algo negativo, pelo contrário. “Cada Irmão vale o seu voto e com duas listas haverá mais debate de ideias, mais democracia. É também sinal de vitalidade, reforça, dizendo que depois destas eleições, a SCM de Anadia sairá “reforçada”.

Listas para o quadriénio 2016/2019:
Lista A
Mesa da Assembleia Geral (Efetivos): Rosa M. Tomás da Conceição (Presidente); António L. S. Pereira e António M. Conceição
Mesa Administrativa (Efetivos): Manuel F. Carreira (Provedor); Maria da Glória C. F. V. Campolargo; Mário A. R. Nogueira; Natalina M. G. Oliveira; Graciete P. S. V. Crasto; João M. R. Ferreira; e Jaime M. C. Maia
Conselho Fiscal (Efetivos): Justino G. A. P. Alegre (Presidente); António A. C. Cardoso; e António M. C. Silva

Lista B
Mesa da Assembleia Geral (Efetivos): Presidente – Carlos Alegre da Silva; Luís A. S. Almeida; e Herculano R. Lapa
Mesa Administrativa (Efetivos): Provedor – Carlos A. S. Matos; Manuel M. Fernandes e Rogério M. A. Castro; Osvaldo P. Dias; José Pedro S. A. Corte Real; Teresa P. R. L. Alegre Silva; e Serafim M. O. Pina
Conselho Fiscal (Efetivos): Presidente – Mário A. F. Teixeira; Manuel C. P. da Silva; e António C. C. Matos
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt
Oriana Pataco
oriana.b.pataco@jb.pt