A Igreja Matriz de Oliveira do Bairro, encerrada há três anos e que está a sofrer as maiores obras desde a sua construção, datada de 1600, vai reabrir à comunidade no próximo dia 6 de abril, com a cerimónia da receção da Imagem peregrina da Senhora de Fátima, anunciou o pároco de Oliveira do Bairro, Leonel Abrantes.
A igreja, nessa noite, abrirá sem bancos, dado que é esperada uma enchente no templo. A Imagem Peregrina de Nossa Senhora que, em maio de 2015, iniciou uma peregrinação por todas as dioceses de Portugal, será recebida na Capela de S. Sebastião (junto ao corte para o Pingo Doce) e rumará em procissão de velas para a Igreja Matriz.

Entretanto, no domingo seguinte, dia 10 de abril, a igreja, já com os bancos no sítio, receberá a cerimónia do Crisma, ato que, à semelhança do anterior, também contará com a presença do Bispo de Aveiro, António Moiteiro. Contudo, Leonel Abrantes alerta que o retábulo do altar-mor não estará concluído, assim como os altares laterais. Relativamente ao altar-mor, atualmente, estão a ser feitos trabalhos de verificação e substituição do que não é recuperável. Nos próximos dias será colocado o guarda-vento que será em vidro e aço. “É uma parte moderna que inserimos na obra”, acrescenta o pároco.
Generosidade. O pároco de Oliveira do Bairro continua a apelar à generosidade da população que, diz, “tem sido inexcedível. “A população tem sido muito generosa e eu acredito que continuará a sê-lo”, sublinhando que “o Cantar dos Reis, que rendeu 14.417,63 euros, é prova dessa grande generosidade, assim como a barraquinha do «Miguel» que temos no adro da igreja, dinamizada pela Catequese e pelos grupos da paróquia, que nos dá uma receita mensal sempre num valor superior a mil euros”.
O padre Leonel Abrantes recorda ainda que a primeira empreitada está orçada em 375.742,64 euros (projeto, 12.300,oo euros; empreitada, 327.849,47 euros e altar-mor, 35.593,17 euros), dando conta que “até à data de 25 de fevereiro, foram já pagos 232.398,91 euros e ainda falta pagar 143.343,73 euros. Atualmente o saldo em bancos é apenas de 31.106,27 euros”, afirma, destacando os donativos recebidos no valor de 161 316,48 euros, à data de 1 de fevereiro.

A arquiteta Joana Araújo, da empresa Lantana, responsável pelos projetos, diz que os trabalhos têm decorrido dentro do previsto, pelo que “em breve será possível ver por terminado a reformulação dos espaços de coro baixo e coro alto, assim como da Capela Batismal que terá devoção a S. José”. “Por agora, a população já pode ver a sua Igreja com teto em caixotão verdadeiro, esta situação está finalizada e é um gosto entrar na Igreja, já sem a estrutura de andaimes, e visualizar este novo elemento que todos tanto esperávamos”, acrescentou Joana Araújo.

Como ajudar nas obras da igreja?
Transferência bancária: 0035 0561 00022016130 30 (CGD)
Abastecer o carro na Petrobairro. Desde o dia 1 de março, são doados 0,5 cêntimos por litro de cada abastecimento.
Participar no jantar de fados, a realizar no dia 12 de março, pelas 20h, no restaurante A Estância em Oliveira do Bairro. O jantar de angariação de fundos custa 15 euros e é organizado pelas Confrarias com a colaboração da Fábrica da Igreja. As entradas podem ser adquiridas no Cartório Paroquial, Igreja Matriz, Capela da Serena, Capela de Vila Verde e Capela do Cercal, junto dos membros da Fábrica da Igreja e dos elementos das Confrarias.