Resistência (dia 18), Amor Electro (dia 19), Yankees e Magicar (dia 20), The Black Mamba (dia 21), GNR (dia 22), Paulo Gonzo (dia 23), AGIR e DJ Diego Miranda (dia 24), Martinho da Vila (dia 25) e Marchas Populares (dia 26) são os cabeças de cartaz para a edição de 2016 da Feira da Vinha e do Vinho de Anadia, que regressa mais uma vez à zona do Vale Santo, com destaque para o slogan “Anadia Capital do Espumante”.
A apresentação do certame decorreu no passado dia 1 de abril, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia.
Com um orçamento a rondar os 300 mil euros, o certame deste ano terá o mesmo formato da edição de 2015.
Restauração/gastronomia, tasquinhas, dez stands das Juntas e Uniões de Freguesia, Espaço Anadia Capital do Espumante – Wine Bar (parceria com a Revista de Vinhos)/produtores, 150 expositores de atividades económicas diversas, artesanato, espaço infantil, show cooking diário, Palco Anadia Capital do Espumante, Palco Sentir Anadia, Espaço Teatro, Bares de Espumantes e Bares prometem voltar a fazer as delícias dos visitantes ao longo dos nove dias de feira.
Na apresentação do certame, o vice-presidente da autarquia anadiense, Jorge Sampaio (a edil Teresa Cardoso encontrava-se àquela hora numa reunião da CIRA) diria ser este um evento não só de Anadia, mas de toda a região da Bairrada.

Novidades. Em linhas gerais ficou a saber-se que para estes nove dias de feira e de festa haverá algumas novidades.
A principal prende-se com o facto da autarquia estar a deixar “cair” a designação de Feira da Vinha e do Vinho, assumindo cada vez mais o slogan “Anadia Capital do Espumante”. “É isso que queremos transmitir naquilo que é a nova imagem da Feira da Vinha e do Vinho”, explicaria Jorge Sampaio, deixando ainda a indicação de que este ano os ingressos custam 2 euros (com exceção para o dia 25 de junho – 3 euros – para o concerto de Martinho da Vila). No último dia de certame, dia das Marchas Populares, as entradas são gratuitas.

Bilhetes e descontos. De destacar ainda que o Cartão Anadia Jovem possibilita uma redução de 50% na aquisição dos bilhetes. O ingresso geral para todos os dias de certame custa 14 euros, podendo também, os jovens usufruir de uma redução de 50% (7 euros) com o Cartão Anadia Jovem. O mesmo será expectável que venha a acontecer com o Cartão Anadia Sénior, já aprovado em reunião de câmara e que vai ser agora apresentado e votado na assembleia municipal de abril. Também este cartão poderá garantir uma redução de 50% na compra de bilhetes feita por portadores do Cartão Anadia Sénior (munícipes com mais de 65 anos).

Três palcos. Os palcos serão os mesmos da edição de 2015. Pelo palco principal “Anadia Capital do Espumante” passam os nomes grandes da música portuguesa, de forma “a ir ao encontro dos vários gostos musicais”, mas também dois grupos do concelho – Yankees (celebraram 50 anos, em 2015) e Magicar – que pela qualidade e anos de vida serão homenageados pela autarquia anadiense.
Já no Palco Sentir Anadia vai ser dado destaque ao que de bom se faz nas associações do concelho na área cultural e artística. O mesmo acontece no Espaço Teatro, onde todas as noites haverá sketchs dos grupos de teatro do concelho.
Um destaque especial também para o Espaço Anadia Capital do Espumante, concebido em parceria com a Revista de Vinhos, onde os visitantes podem adquirir a sua flute e provar os espumantes de sete produtores diferentes por noite.
Já no stand da Câmara Municipal de Anadia acontecerá uma ação semelhante à que o município levou à edição de 2016 da BTL. “Trabalha-se para fazer algo semelhante ao que foi feito na BTL, de forma a que as pessoas possam levar para casa uma recordação diferente do certame: uma garrafa de espumante personalizada com o seu nome”, explicou Jorge Sampaio.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt