É já no próximo sábado, dia 2 de junho, que o grupo InCantus – Tocares e Cantares da Cerca – São Pedro, de Avelãs de Cima, vai apresentar publicamente, em concerto no Cineteatro de Anadia, o seu primeiro CD, intitulado “InCantus”. Um evento aguardado com muita expetativa até porque se trata de um jovem grupo, criado em 2015,  pela Associação Cultural e Recreativa da Cêrca-São Pedro e que rapidamente conquistou notoriedade a nível local e regional.
O InCantus interpreta um repertório de originais de música popular portuguesa, com o qual se tem apresentado em espetáculos realizados na região da Bairrada e noutros pontos do país. O seu primeiro CD  integra 11 temas originais, dez dos quais cantados e um instrumental.
Expetativas superadas. Eugénia Veiga, presidente da direção da Associação da Cêrca-São Pedro, e Fernando Guerreiro, diretor musical, fazem um balanço extremamente positivo do trabalho que foi realizado pelo grupo em apenas três anos, superando as melhores expetativas.
“Tem sido muito compensador. Ver o antes (de começar a gravar o CD), o durante (o processo de gravação) e o depois, dá para observar diferenças brutais, na evolução por parte das pessoas que integram este projeto”, confirma Fernando Guerreiro que destaca ainda o facto dos 31 elementos que integram o InCantus, nenhum ser profissional da música.
Sobre este CD dizem ser  “um CD com enquadramento popular, mas com várias formas musicais, umas mais tradicionais e outras mais contemporâneas de olhar para a música. O que dá uma característica mais popular ao projeto é o facto de ser um projeto semi-acústico, com muitos instrumentos de cordas que dão este calor e aspeto quente às músicas e aos temas”. Os 10 temas são baseados em poemas escritos  exclusivamente por poetas da terra (Avelãs de Cima) e todos os arranjos e músicas são da autoria de Fernando Guerreiro.
Eugénia Veiga destaca que “os poemas que cantamos têm a ver com as características da freguesia e que passam  mensagens positivas. Por exemplo, temos um tema: Avelãs de Cima que é um hino à nossa freguesia”, avança, salientando outros relacionados com a ruralidade da freguesia, como as potências da freguesia – a água e suas fontes.
O CD que agora vai ser lançado demorou um ano a preparar e foi gravado em Aguim, no Tempestudio, com direção a cargo do músico e amigo Gonçalo Tavares que, de resto, neste dia de festa irá subir ao palco do Cineteatro de Anadia com o grupo, bem como o Coro ao Centro. Uma noite de festa que terá também a participação especial de José Luís Sequeira, grande impulsionador do InCantus.
 
Ler mais na edição impressa ou digital